quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Miss Ceilândia 2009 concede entrevista

Os 22 anos da ceilandense Mirelle Feliciano Amaral, completados no dia 18 de dezembro, vieram acompanhados de um presente muito especial: a conquista, no dia anterior, do título de Miss Ceilândia 2009.



Quem é Mirelle Amaral?

Uma pessoa cativante, alegre e determinada, que não se conforma com o pouco, porém caminha na certeza de que o seu sucesso não vem através de coisas erradas ou ocultas. Alguém que sempre conquista o que quer, pois vai atrás de todos os seus sonhos, por maiores que sejam os obstáculos, os desafios e as barreiras para conseguir alcançar seus objetivos. Acredito que meu signo é Jesus. Ele é a solução de todas as dúvidas e problemas. Sou extrovertida e vaidosa e não gosto de andar sem salto. Amo de paixão todos que me amam e mesmo os que por algum motivo não possuem afinidade comigo. Torço pelo sucesso destas pessoas também. Tenho tantos amigos que nem dá para saber o número certo. Adoro viajar, conhecer lugares novos, acampar e fazer coisas inusitadas. Trabalho, estudo, sou dona de casa, sou amiga, sou menina, sou mulher, sou apaixonada.




Para ler a entrevista na íntegra, clique no link da fonte.


Fonte: Ceilândia.com

Melhorias para o Hospital Regional de Ceilândia

Na véspera do ano novo, onde todos esperam mudanças, cercadas de esperanças e apostas no futuro, o Hospital Regional de Ceilândia (HRC) tem motivos para comemorar a chegada de 2009. Logo na entrada é visível a quantidade de obras e novidades ainda dentro de caixas fechadas. Isso porque várias medidas vêm sendo adotadas para melhorar o atendimento à população. As iniciativas envolvem além de obras, limpeza permanente e novos equipamentos.

Mas, a maior novidade do HRC para o ano que se aproxima é a instalação do tomógrafo. Após anos de espera, finalmente será aberta a caixa onde está o maquinário. "Estamos aguardando para a próxima segunda-feira o profissional que realizará a instalação do tomógrafo. Ainda não dá para afirmar quando ele entrará em uso, porém já consideramos uma grande conquista", comemorou Elidimar Bento, coordenador da Pediatria do HRC. "A sala onde ele ficará está em fase final de acabamento. Praticamente pronta para receber o novo filho do hospital", disse.

De acordo com Baelon Alves, diretor do HRC, Ceilândia vive uma fase próspera e tem tudo para retomar a importância de ser a maior cidade do Distrito Federal. "Toda a cidade parece estar em um bom momento. Aqui no hospital estamos, desde 2006, conseguindo obter melhorias para atender a população", frisou.




A clínica cirúrgica de internação, o laboratório e o pronto-socorro estão sendo reformados para dar maior conforto aos pacientes e aos servidores. Também já foram iniciadas as obras para instalação no centro obstétrico do cardiotacógrafo, um aparelho de alto custo que contribui para diminuir a taxa de mortalidade neonatal. O HRC conta ainda com uma unidade de neonatologia considerada excelente, se comparada ao padrão encontrado em outros hospitais públicos no país. Na emergência, são atendidas cerca de 25 mil pacientes por mês. A maternidade é uma das mais movimentadas do Distrito Federal, com mais de 20 nascimentos por dia.

Mas, as melhorias não acontecem do dia para noite. "Antes de 2006 o hospital perdia R$ 120 mil em medicamentos por mês. Isso tudo em decorrência de um vazamento oriundo da época da construção do imóvel que comprometia a parte onde ficavam estocados os remédios. Hoje, isso não ocorre mais", relatou Elidimar.

A estrutura do HRC, além de antiga e ultrapassada, é limitada. Contudo, o principal foco da diretoria é conseguir extrair o máximo do que já existe. "É claro que a ampliação do hospital seria ótimo. Mas, temos que trabalhar com o que existe, pelo o menos por enquanto. Trabalhamos em uma condição abaixo do necessário para atender a todos que nos procuram em busca de qualidade. Porém, nossa idéia é fazer funcionar o que temos para só depois pensar em construir novos blocos de atendimento", ressaltou.

Outro fator que contribuiu com a modernização recente do HRC foi uma parceria feita com a Universidade Católica de Brasília. "Enquanto nós oferecemos a estrutura do hospital para estágios e outras atividades relacionadas ao curso de medicina, a instituição nos ajuda através de obras e manutenções. A biblioteca, o auditório e os novos alojamentos são frutos dessa parceria", disse Elidimar, ressaltando ainda que a construção de um novo banco de leite, a reforma da área de anatomia patológica e a nova instalação para o lixo hospitalar serão os próximos benefícios.

Outra preocupação do diretor é referente à limpeza. Ano passado, no pátio externo nos fundos do hospital, foram retirados 20 caminhões de entulho, jogados pelos moradores vizinhos a área. Além disso, a construção do muro do hospital é outra vitória recente para os servidores, pacientes e visitantes. "Hospital é um local onde a higiene é fundamental. Tem que estar sempre muito limpo", afirmou.




Inaugurado em 27 de agosto de 1981, o HRC atende cerca de um quarto de toda a população do Distrito Federal. Atualmente conta com apenas 350 leitos, aquém do necessário para comportar o grande número de pacientes. "Nós atendemos, além da população de Ceilândia, moradores de áreas como Águas Lindas e Brazlândia. O número de leitos é insuficiente para conseguirmos atingir todas essas pessoas", contou Elidimar.

O diretor Baelon lembrou ainda que, em 2009, o HRC perderá cerca de 6% de seu efetivo de profissionais por aposentadoria. Isso significa uma perda significativa no número de servidores. "Certamente essa perda terá conseqüência no dia-a-dia do hospital, mas teremos que superar. Hoje o HRC tem perto de 2,6 mil profissionais, com essa baixa perderemos mais de 160 servidores. É uma perda considerável", avaliou Baelon que ressaltou ainda que só através de novos concursos o hospital poderá repor o efetivo.



Fonte: Tribuna do Brasil

Reforma ortográfica está aí

O Brasil acorda amanhã, 1º de janeiro de 2009, escrevendo de outra maneira. É o que manda o acordo ortográfico firmado em 1990 pelos integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) – Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Guiné-Bissau. Timor Leste também assinou, depois, a unificação da grafia da língua, mas os prazos de implantação das novas regras não foram cumpridos e o governo brasileiro sempre adiou as mudanças por falta de adesão de Portugal. Essa situação perdurou até em março, quando Lisboa anunciou o desejo de fazer parte da reforma. Em setembro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assinou decreto com o cronograma de aplicação do acordo no país.



São 190,3 milhões no Brasil, 10,5 milhões em Portugal e 20 milhões em países africanos e comunidades da Ásia. É o quinto idioma mais falado, segundo o Ministério da Educação (MEC). Em outras palavras, quase 5% da população mundial está diante de uma encruzilhada: as mudanças na escrita, ainda uma grande interrogação na cabeça de estudantes, professores e até de especialistas no assunto. As mudanças vão exigir esforço e dedicação dos interessados em aprender 20 regras e mais de uma dezena de exceções. A ampliação do alfabeto e a extinção do trema dão para tirar de letra. O fim do acento circunflexo nos hiatos êem e ôo também não complica, basta se acostumar à nova grafia de veem, creem, releem e voo, abençoo, perdoo. Já o fim dos acentos diferenciais de pelo, para, polo e pera, por exemplo, gera confusão.

Essa reforma vai chegar com pelo menos um ano de atraso às salas de aula de todo o Brasil. Isso porque as novas regras ortográficas só aparecerão nos livros didáticos a partir de 2010. Segundo cronograma do Ministério da Educação (MEC), os alunos das séries iniciais (1ª a 5ª) do ensino fundamental vão receber o material escolar reformulado em janeiro de 2010. Os estudantes dos anos finais (6º ao 9º) serão contemplados com a mudança em 2011 e os de nível médio terão que aguardar até 2012.

De acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão vinculado ao MEC, o prazo de entrega do material didático foi calculado com base na necessidade de adaptação das editoras. “Os livros são comprados para durar três anos. Portanto, estamos seguindo o calendário normal de aquisição e distribuição para as instituições públicas de ensino. Apesar disso, acredito que a reforma deva chegar antes aos alunos, pois todos os meios de comunicação vão adotar as novas regras a partir de janeiro do ano que vem”, explica o diretor de Ações Educacionais do FNDE, Rafael Torino.

Já os novos dicionários, adaptados à reforma ortográfica, serão distribuídos ainda em 2009. Segundo Rafael, o MEC estima investir R$ 90 milhões na compra do material que vai ser entregue a 1 milhão de salas de aula em todo o país, contemplando um universo de 37 milhões de alunos da rede pública. Em Minas, a nova coleção deve chegar às mãos de 3,8 milhões de estudantes dos ensinos fundamental e médio. A compra depende do lançamento de um edital pelo FNDE e o processo licitatório deve ser aberto depois da publicação, pela Academia Brasileira de Letras (ABL), da versão final das mudanças ortográficas.

O governo federal planeja adquirir três kits de glossários. Um para crianças de 6 a 8 anos, em fase de alfabetização, com descrições simples dos significados e um número máximo de 3 mil verbetes. Outro para alunos de até 10 anos, com até 10 mil palavras. E um terceiro, para ser usado dessa idade em diante, contendo de 19 a 35 mil expressões.



Veja mais no link da fonte.


Fonte: Correio Braziliense

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Rigor na virada do ano

Com o período de festas, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) está intensificando a fiscalização para garantir a segurança de quem transita pela capital. Esta semana, com as festas de virada de ano, as operações serão intensificadas. Do dia 24 de dezembro até ontem (29), 30 motoristas foram autuados por dirigirem embriagados. Cinco deles tiveram o carro recolhido ao pátio do Detran por não terem providenciado um condutor para retirar o veículo. Outros 217 veículos foram apreendidos por irregularidades diversas, como falta de documentos ou equipamentos, sendo 44 motocicletas.

Em 2008, até o dia 20 de dezembro, 2.355 motoristas foram autuados por dirigirem com mais de 0,1 mg/l de álcool no ar expelido pelo pulmão. Desses, 1.466 foram autuados no período de vigência da Lei Seca, a partir de 19 de junho. Para efeito de comparação, durante todo o ano passado 1.008 pessoas autuadas por dirigirem embriagada. E os efeitos das regras mais rígidas para o trânsito já se fazem notar. Comparado a igual período de 2007, este ano, até 20 de novembro, houve uma redução de 18,8% nos acidentes fatais.

Segundo o gerente de Fiscalização do Detran, Silvain Fonseca, de cada 40 veículos vistoriados um é apreendido, sendo um terço deles motocicletas. Por isso, uma das maiores preocupações do Detran, atualmente, é com os motociclistas, que representam 10,3% dos mais de 1 milhão
de condutores habilitados do DF. "De 10 mil carros, quatro se envolvem em acidentes.

Considerando também 10 mil motocicletas, 13 se envolvem em acidentes, sendo que em 70% dos casos em que houve morte o motociclista é que foi vitimado", explica Fonseca. As cidades com os maiores índices de acidentes foram Ceilândia, Taguatinga e Guará.
Fonseca explica que no Distrito Federal, diferentemente de outros estados da federação, o serviço de fiscalização em suas abordagens faz uma checagem completa do veículo e documentação, não se limitando à utilização do bafômetro. O objetivo é aproveitar as blitze para realizar um trabalho de conscientização, inclusive para a necessidade de uso do cinto de segurança.

O Detran e a Companhia de Polícia Rodoviária (CPRV) já estão organizados para o patrulhamento das ruas durante o Réveillon. Os locais para autuação são escolhidos baseado em estatísticas de trânsito. "Serão 24h de bafômetros", avisa o chefe da fiscalização.


Fonte: ClicaBrasília e Correio Braziliense

Amistoso com derrota

De maneira diferente do jogo-treino do meio de semana, quando foi um time confuso e sem inspiração, o CEC enfrentou o CRAC, em Catalão-GO, neste domingo (28/12/08), e fez uma boa partida. A derrota, no final, foi muito mais um fruto dos acasos do futebol do que de um jogo em campo. Pesaram bastante também as 4 horas de viagem realizadas neste domingo.

O CRAC começou melhor ao pressionar a saída de bola do Ceilândia. O Gato mostrou muita dificuldade para sair jogando. A despeito da dificuldade do Gato, o CRAC não criou situações claras de gol. A partir dos quinze minutos, o Ceilândia melhorou e equilibrou a partida. Naquele momento o CEC mostrava alguma qualidade na defesa, na lateral esquerda e, para surpresa de muitos, um Bobby numa tarde inspirada. O CRAC retomou as rédeas no final do jogo, ocasião em que realizou boas triangulações e criou ao menos duas boas oportunidades. Apesar da superioridade do CRAC, o gol saiu em um pênalti marcado pela arbitragem. Ronildo cobrou e abriu o placar aos 44 do primeiro tempo para o time goiano.

O CEC veio para o segundo tempo com algumas alterações. Renan entrou no lugar de Ricardo, Molina no lugar de Wallace. A nova disposição ficou demonstrada aos 2 minutos quando Molina marcou, após cruzamento de Marquinho - placar 1 x 1.

A partir de então viu-se um Ceilândia melhor em campo, mas foi o CRAC quem criou as melhores oportunidades com duas bolas na trave em lance que reforçaram uma fraqueza demonstrada no primeiro tempo: dificuldade nas bolas alçadas na área.

Aos 34 o CRAC fez 2 x 1. O goleiro Renan errou na saída de bola e serviu Pantico que cruzou para Juliano fazer o gol.

Após os 2×1 o CRAC se desinteressou em relação ao jogo. Mesmo assim Renan teve a chance de redimir-se do erro ao defender, já aos 44, de um belo chute de Pantico.

O CEC começou com Ricardo (Renan), Daniel, Thiago Junior (), Beto, Vavá (Diego), Marquinho (), Betson, Rildo , Bobby , Wallace (Molina) e Cassius.
O técnico foi Marquinhos Bahia.



Fonte: Ceilândia Esporte Clube

Jovem não foi atendido

A Rede Record mostrou o caso de um jovem que se acidentou ao cair de um ônibus em movimento. O jovem passou pelo espaço traseiro do veículo e caiu no chão provocando alguns ferimentos - muito sangue era visto nas imagens. A ambulância do SAMU e o Corpo de Bombeiros foram chamados e nenhum dos dois quis assumir a responsabilidade pelo socorro da vítima.

O Corpo de Bombeiros alegava que os veículos estavam em outros atendimentos, já a área responsável pelo atendimento do SAMU dizia apenas que aquele tipo de acidente não era passível de socorro pela unidade. Virou um jogo de empurra-empurra.

Resultado: o jovem teve de esperar no chão pelo devido socorro por mais de 1 (uma) hora.
O pai do adolescente ficou indignado...


E quem não ficaria?


Fonte: Rede Record de 30/12/08

Sequestro termina com bandido ferido

Um seqüestro relâmpago em Ceilândia terminou com troca de tiros e um suspeito baleado na noite desta segunda-feira (29/12). Segundo informações do Central Integrada de Atendimento e Despacho (Ciade) da Polícia Militar, por volta das 21h foi recebido um chamado no Setor O. Três homens armados haviam assaltado uma loja no conjunto B da QNO 8 do Setor "O" e levado o comerciante em seu veículo, uma Hilux de cor preta.

No encontro, houve troca de tiros entre a polícia e os assaltantes. Um dos suspeitos — que estava no veículo da vítima — foi baleado nas costas e preso. Os outros dois suspeitos não identificados conseguiram fugir.

O assaltante atingido pela PM foi encaminhado ao Hospital Regional da Ceilândia. Ele, que se identificou como Gonçalo, já foi reconhecido no hospital por uma das vítimas e deve ser transferido ainda nesta segunda para o Hospital de Base do Distrito Federal para novos exames. Há suspeita de que o tiro que o atingiu próximo ao pulmão direito possa também ter provocado alguma lesão neurológica.



Fonte: Correio Braziliense, ClicaBrasília e Rede Record de 30/12/08

O que abre e o que fecha no feriado


31/12/08 (quarta-feira)

* Feiras
* Torre de TV
Funciona das 8h às 17h.
* Feira dos Importados (SIA)
Funciona das 8h às 17h.
* Feira dos Importados de Taguatinga
Funciona das 9h às 18h.
* Feira Central de Ceilândia
Funciona das 8h às 18h
* Shopping Popular de Ceilândia
Funciona das 8h às 18h.
* Shopping Popular de Brasília
Funciona das 8h às 16h.
* Feira do Guará
Funciona das 8h às 18h.

Lojas de rua
Funcionam das 9h às 17h.

Detran
Atendimento das 11h às 14h.

Caesb
Atendimento das 8h às 12h, pessoalmente. Plantão 24 horas pelo telefone 115.

CEB
Atendimento das 8h às 12h30, pessoalmente. Plantão 24 horas pelo telefone 0800 61 0196.

Delegacias
Expediente normal até as 14h. Após esse horário, em esquema de plantão. Policiais civis, militares e bombeiros atuarão de acordo com escalas de serviço.

Hospitais
Funcionam normalmente até as 12h. Depois desse horário, esquema de plantão.

Jardim Zoológico
Funciona em horário reduzido, das 9h às 14h. Entrada R$ 2 (crianças de até 10 anos e idosos acima de 60 não pagam).

Jardim Botânico
Funciona das 8h às 12h. Entrada R$ 2.

Parque Nacional
Funciona das 8h às 16h. Entrada R$ 3.

Procon-DF
Funciona até as 12h.

Terracap
Funciona até as 12h.

Metrô
Embarque e desembarque em todas as estações até as 23h30. De 23h30 as 2h, embarque apenas nas estações Central e Galeria e desembarque em todas as estações.

Supermercados
Todos, incluindo os que ficam abertos 24 horas, funcionam até as 17h.

Bancos
Fechados.




1º de janeiro de 2009 (quinta-feira)

Feiras
* Torre de TV
Funciona das 8h às 18h.
* Feira dos Importados (SIA)
Fechada.
* Feira dos Importados de Taguatinga
Fechada.
* Feira Central de Ceilândia
Fechada.
* Shopping Popular de Ceilândia
Funciona das 8h às 18h.
* Shopping Popular de Brasília
Fechado.
* Feira do Guará
Fechada.

Supermercados
Fechados.



Fonte: Correio Braziliense de 30/12/08

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Mais buracos

Um grande buraco, gigantesco, levantou o asfalto e ocupou metade da rua. Eles estão por todos os lados na Guariroba. A QNN 20, por exemplo, está tomada por buracos. De tamanhos e formas diferentes, surpreendem e dificultam a vida dos moradores. “Aqui está muito feio. Você desvia de um e cai dentro de outro”, reclama o aposentado José Mendes da Silva.

O motorista acelera e logo em seguida tem que parar. “Está muito difícil circular aqui. Em qualquer situação. Para ir à escola ou passar de carro, de bicicleta. As crateras são enormes”, denuncia a secretária Kátia Cristina Pereira da Silva.

No centro comercial da cidade, mais problemas. Os consumidores reclamam da dificuldade em chegar às lojas. “Cada vez que surge um buraco a gente fica no prejuízo. Só pra encostar no estacionamento eu cai num buraco”, reclama o funcionário público Domingos de Brito. “Será que ninguém está vendo isso?”, questiona o aposentado Luiz Gonzaga.



Fonte: Rede Globo de 27/12/08

Guerra entre gangues

A guerra entre gangues das quadras QNM 20 e QNM 22, em Ceilândia Norte, fez mais uma vítima. O adolescente Jhon Kennedy Nóbrega Miranda, 17 anos, foi morto com um tiro no abdômen. O assassinato ocorreu sábado, por volta das 22h30, em frente ao Supermercado Karina, no Conjunto G da QNM 22.

O rapaz ainda chegou a ser levado para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC), mas não resistiu aos ferimentos e morreu três horas após receber atendimento. Agentes da Seção de Investigações de Crimes Violentos (SIC-Vio) da 15ª DP (Ceilândia Norte), trabalham com a hipótese de acerto de contas entre grupos rivais.

Segundo o delegado-chefe, Adval Cardoso, existe uma grande rivalidade entre gangues das QNMs 20, 22 e 24, pelos pontos de tráfico de droga na região. A disputa se arrasta há mais de dez anos, desde a época de dois traficantes conhecidos como Louro e Rubinho. Durante este período, muitos envolvidos, principalmente adolescentes, perderam a vida.

O delegado avalia que o assassinato de Jhon Kennedy esteja relacionado com as gangues da região. A polícia já identificou um dos suspeitos de ter participado da morte. O rapaz tem antecedentes criminais. Porém, o nome é mantido em sigilo para não prejudicar as investigações.

A opinião de Adval Cardoso é compartilhada com a de moradores da QNM 22. Uma testemunha disse à reportagem do Jornal de Brasília, que um dos autores dos tiros estava em uma motocicleta, estacionada a cerca de 50 metros do local do assassinato. Ele teria descido, efetuado os disparos e voltado correndo. Em seguida, subiu no veículo e desapareceu pelo meio da quadra, passando os quebra-molas em alta velocidade.

Um comerciante dono de uma loja na divisão das duas quadras, e que pediu para não ter o nome divulgado, informou ter acabado de fechar o estabelecimento quando ocorreu a sucessão de tiros. "Se eu ainda estivesse com as portas abertas eu ou um freguês poderíamos ter sido atingido", disse.

Ele afirma ser comum ocorrer tiroteio entre traficantes, na comercial das quadras. Diz que a maioria são filhos de pessoas conhecidas e foram criados no próprio local. O comerciante conhecia Jhon Kennedy. O rapaz esteve à tarde na loja, comprou um biscoito, conversou alguns minutos e foi embora.

As marcas da violência ficaram nas paredes e nas portas do supermercado. Pela dinâmica dos tiros, peritos do Instituto de Criminalística (IC) prevêem que a vítima correu para fugir dos algozes, mas foi alcançado. Haviam marcas de tiros na frente e na lateral do estabelecimento. Na hora dos disparos, várias pessoas estavam na comercial, mas nenhuma deu informação à Polícia para localizar suspeitos. "É a lei do silêncio imposta pelos traficantes", diz o delegado. Parentes de Kennedy, temem represália e preferem se manter no anonimato. Uma mulher chegou a gritar para o avô não falar nada sobre a morte do neto porque depois a turma dos suspeitos "voltaria para matá-lo".



Fonte: Jornal de Brasília de 29/12/08

domingo, 28 de dezembro de 2008

Imagem: Mosaico Ceilândia

O jornal Correio Braziliense divulgou no campo "Isto é Brasília", nos últimos 14 dias, imagens referentes a cidade de Ceilândia. Entre os assuntos relacionados estavam: a Caixa d'Água, a Casa do Cantador, a Feira Central, o Shopping Popular, o Ceilambódromo, entre outros.


Dê um clique na imagem e confira você também:




Fonte de imagens: Correio Braziliense de 14/12/08 a 27/12/08 (fotos de Daniella Sasaki, Hiram Vargas, Paulo H. Carvalho e Zuleika de Souza)

Buracos no P Sul

Os moradores da QNP 26 do P Sul continuam reclamando: os buracos estão por toda parte. Até um abaixo-assinado já foi feito para ver o problema sanado, mas até hoje nada. Segundo um morador, as ligações feitas para a Administração Regional de Ceilândia não surtiram efeito - a parte de comunicação entre a população e a administração de Ceilândia não funciona nem no site governamental da regional - Administração Regional de Ceilândia.

Para desviar das ciladas espalhadas pelo bairro, os moradores sinalizam os buracos com madeiras. Outras crateras já até receberam os parabéns por mais de 1 ano de aniversário de falta de passagem da operação "tapa-buracos".

A mesma comunidade também reclama das condições da quadra poliesportiva da região. A quadra foi entregue recentemente e o mato alto já está tomando conta de tudo - alvo fácil para pessoas que passam e podem ser assaltadas.


Fonte: Band Cidade de 26/12/08

sábado, 27 de dezembro de 2008

Senhora é arremessada pelo pára-brisas de ônibus

Após uma freada brusca, uma mulher foi jogada para fora do ônibus de placa JJZ 1657-DF em Ceilândia pouco antes das 8h deste sábado (27/12). Rosa Pereira dos Santos, 64 anos, não conseguiu se segurar e passou pelo pára-brisas caindo na frente do veículo.

Ela foi socorrida por uma ambulância do Corpo de Bombeiros e levada consciente para o Hospital Regional de Ceilânida (HRC) com escoriações na cabeça. Devido aos ferimentos, ela ainda estava em observação pela equipe médica. O acidente aconteceu quando o motorista freou numa faixa de pedestres para evitar outro acidente.

De acordo com informações do hospital, Rosa Pereira está consciente e se comunica normalmente. Os médicos afirmaram que ela não necessitará de cirurgia.




Neste caso, o motorista teve o álibi da freada para evitar outro acidente, mas há de convir que a grande maioria dos motoristas do transporte público do Distrito Federal não é bem qualificada e, ainda assim, os condutores trabalham como se tivessem querendo matar alguém. A falta de educação que é percebida em alguns destes trabalhadores pode ser vista quando uma pessoa (como algum idoso) dá sinal para a parada do coletivo e os mesmos fingem não estar vendo - o ponto de ônibus da via Estádio próximo a QNL de Taguatinga é um exemplo. Aliada a uma falta de fiscalização evidente e eficiente do GDF, tais situações acabam se tornando corriqueiras e nenhuma ação é feita.


Fonte: Correio Braziliense, ClicaBrasília e Rede Globo

Perdão

Durante entrevista coletiva nesta sexta-feira (26), o governador José Roberto Arruda também anunciou a remissão (perdão) do Imposto sobre a Propriedade Territorial e Urbana (IPTU) e Taxa de Limpeza Pública (TLP) de imóveis localizados em locais de baixa-renda, além da isenção da TLP para idosos acima de 65 anos, moradores de imóveis localizados em cidades de até 120 metros quadrados.

No caso dos imóveis de baixa renda, a remissão será para o imposto até dezembro de 2007. A partir de 2008, todos pagam. “São comunidades que ainda não tinham infra-estrutura. Não há dívida anterior e estamos levando infra-estrutura para esses locais”, explicou o governador.

Locais que serão atendidos com o "perdão" em Ceilândia:

- Setor QNR,
- Condomínio Pôr-do-Sol,
- Condomínio Sol Nascente,
- QNP 22 conjuntos A a J - P Sul.


Fonte: ClicaBrasília, Rede Globo, Correio Braziliense

Ameaça de greve no Metrô-DF

Os metroviários do Distrito Federal prometeram não trabalhar a partir do dia 30 deste mês, terça-feira. O motivo da greve é o descumprimento da Companhia Metropilitana do DF (Metrô-DF) em relação a alguns itens da ata de conciliação, firmada entre a empresa e o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários (SindMetrô), em 5 de novembro.

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) divulgou uma ata com informações de que o Metrô se comprometeu a realizar concurso público com preenchimento imediato, para aumentar o número de funcionários na empresa.

De acordo com o secretário de assuntos jurídicos do SindMetrô/DF, Carlos Alberto Cassiano Silva, a greve realmente vai acontecer devido a falta de funcionários na companhia. "Haverá paralisação a partir do dia 30 sem previsão de terminar. Estão faltando muitos funcionários na empresa. No último dia 23 houve uma reunião onde a categoria decidiu parar", disse.

Carlos Alberto disse ainda que a empresa chegou a publicar o comprovante de carta-convite, porém em seguida o Metrô-DF fez um pedido de dispensa de licitação. A atitude da empresa resultou na suspensão do acordo, publicado no dia 16 de dezembro, pelo procurador do trabalho, Adélio Justino Lopes. "Fica claro que em nenhum momento o Metrô teve a intenção de oficializar o concurso público. O governador do DF já até autorizou a realização, mas a empresa insiste em não dar cumprimento ao processo de seleção. No dia 19 de dezembro o SindMetrô protocolou uma carta solicitando uma audiência com o presidente do TRT, mas a Justiça já estava de recesso de fim de ano", disse.

A assessoria de imprensa do Metrô informou, através de nota, que a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal considera a paralisação anunciada pelo Sindicato dos Metroviários inoportuna, uma vez que as reivindicações apresentadas pela categoria em assembléia foram acordadas em negociações anteriores e providenciadas pela direção da empresa. A companhia alega que foram acertados o Plano de Empregos e Salários, elaborado pelo Metrô-DF e encaminhado para aprovação do Conselho de Políticas de Recursos Humanos, da Secretaria de Planejamento e Gestão, em 11 de dezembro; aquisição de trens, com licitação ocorrida em 19 de dezembro e assinatura de contrato prevista para janeiro.


Fonte: Tribuna do Brasil e Correio Braziliense

Sequestro termina

Duas pessoas foram mantidas como reféns durante o roubo de um carro na madrugada desta quinta-feira (26/12), na QNN 22, Conjunto L, por volta das 1h30, na Guariroba. Um Fiat Palio branco foi levado e o proprietário junto com uma amiga foram rendidos. A mulher pulou do veículo e fugiu. A outra vítima foi liberada pelos criminosos na QNP 18 do P Sul, a cerca de 2,5Km do local da abordagem. A polícia localizou o carro e prendeu dois homens. Franscisco de Assis Silva Couto, de 28 anos, Carlos Jhonny Morais Marinho, de 20, foram presos. Por volta da 1h30, o Centro de Operações avisou a todas as viaturas próximas sobre o seqüestro relâmpago. Uma equipe da Rondas Ostensivas Táticas com o Apoio de Motocicletas (Rocam) efetuou a prisão dos dois dos criminosos.


Luciana (uma dos sequestrados) sofreu ferimentos leves, foi levada ao hospital e passa bem. Joacy (outro sequestrado) sofreu um corte profundo na cabeça. O criminoso que dirigia o Vectra está foragido.



Fonte: Correio Braziliense de 27/12/08 e ClicaBrasília

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Diga aê: Miss Ceilândia 2009 dá o seu recado

OBRIGADA DEUS!
Obrigada família, amigos e a todos que confiaram no meu potencial… Obrigada a todos as outras 18 candidatas que estiveram sempre ajudando uma a outra, somos todas vencedoras! Eu sei que Deus tem um plano na vida de cada uma! Só ele sabe o quanto eu corri atrás deste título: tanto sofrimento passei, tantas dificuldades, mas ELE me honrou…. OBRIGADA, SENHOR, POR TUDO!

Ahhh, além de beleza, ser Miss exige muito mais...

Os organizadores do concurso estão de parabéns... Foi tudo em cima da hora e ficou tudo muito bom... Parabéns a todos da Administração Regional de Ceilândia que realizaram o concurso.

Eu tenho 22 anos e o este título veio como um presente de aniverário… Foi exatamente no dia!!!!




Mirelle Amaral
(Atual vencedora do Miss Ceilândia 2009)


Fonte: Comentário feito no Ceilândia.com

No saidão detentos cometem crimes

Os presos em regime fechado tinham que voltar à Papuda às 10h desta sexta-feira, mas o horário foi estendido até às 11h. Aqueles que cumprem regime semi-aberto têm até às 19h para retornar à prisão. Neste Natal, 1.041 presos foram beneficiados. Pelo menos um deles já não vai voltar mais. Ele morreu na Quadra 504 de Samambaia, na noite do dia 24, no mesmo dia em que saiu da cadeia.

Edir de Souza Moreira assaltou um casal e fez uma mulher refém em um bar. A Polícia Militar e a Polícia Civil foram chamadas. Durante a negociação para soltar a vítima, Edir reagiu e ameaçou atirar. Foi quando um policial civil atirou contra ele. O preso foi socorrido, mas morreu no Hospital de Samambaia. Edir cumpria pena total de 28 anos por roubo, homicídio, porte ilegal de armas e tráfico de drogas.

Não foi só ele que se envolveu em crimes. Outro detento beneficiado tentou furtar um carro na Quadra 416 da Asa Sul. O dono do veículo, um policial federal, reagiu. O assaltante Anderson da Silva Santos foi baleado na coluna. Ele ainda tentou fugir num outro carro, com um comparsa, mas não conseguiu.

“O Anderson possui 23 inquéritos policiais e já foi condenado oito vezes, pelo Judiciário. É melhor ele ficar na cadeia do que cometer novos delitos, aumentar a sua pena, não poder mais sair de lá e ainda correr o risco de ser morto ou ferido, como esse rapaz que deve ficar paraplégico”, diz a delegada Martha Vargas.

Em Ceilândia, outro preso também foi flagrado pela polícia. Jeferson Ribeiro dos Santos estava armado. Na segunda-feira (29) vai ser divulgado o balanço dos presos que voltaram do saidão. Entre o dia 31 e o dia 2 de janeiro, os mesmo presos recebem outro benefício. Com exceção daqueles que cometeram novos crimes.



Fonte: Rede Globo aqui e aqui

Vídeo: Motociclistas comentem irregularidades

O vídeo a seguir mostra motociclistas no estacionamento do estádio Abadião fazendo exibicionismo com motocicletas. As acrobacias mostradas são bem perigosas e possivelmente poderiam ser utilizadas em festas ou outros eventos pela cidade. A falta de fiscalização constante por parte do Detran fazem com que uma simples brincadeira possa se transformar em acidentes gravíssimos. Veja!


CorreioWeb / Tv Brasília


Fonte: Jornal Local de 25/12/08

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Iluminação natalina decepciona mais uma vez

A tão esperada iluminação de natal que deveria ser instalada em Ceilândia Centro neste ano decepcionou mais uma vez. Em cidades como Taguatinga, Jardim Botânico e Sobradinho II os enfeites embelezaram e trouxeram bastante orgulho para os moradores de tais regiões.

Ceilândia continua sendo uma cidade que só é lembrada no carnaval, forrozões e em momentos de eleições (é a velha política do pão e circo - as cores atuais da Caixa d'Água dão testemunho disto). Alguns moradores já demonstraram insatisfação quanto ao desleixo apresentado pela administração, governo e entidades comerciais de nossa cidade - como este aqui.

Uma iluminação decente além de deixar a cidade bem mais bonita, poderia ser um incremento a mais na economia e turismo locais. Muitos visitantes poderiam vir a Ceilândia para apreciar a iluminação e acabariam visitando as diversas lojas da cidade ou até mesmo as poucas opções de cultura que a cidade tem a servir.



E para não sermos injustos, o GDF colocou pelas 29 Regiões Administrativas do Distrito Federal réplicas de presépios iluminados e papais Noéis infláveis que infelizmente, no caso de nossa cidade, não enfeitaram a contento a tão gigante e vista tão pequena Ceilândia.

Entidades de assistência social poderão ser beneficiadas

O projeto de lei que o Governo do Distrito Federal (GDF) enviou à Câmara Legislativa para regularizar a ocupação de igrejas em áreas públicas também contempla as entidades de assistência social.


Veja abaixo a relação de lotes ocupados por entidades de assistência social cuja destinação de uso já admite tal atividade no local e satisfaz as condições de regularização (áreas da Terracap) em Ceilândia:


Ceilândia Norte

QNN 33 Área Especial D


P Norte

EQNP 13/09 Área Especial B
EQNP 13/09 Área Especial D
EQNP 19/15 Área Especial G


P Sul

EQNP 06/10 Área Especial A
EQNP 26/30 Área Especial B


Fonte: Correio Braziliense

Contas altas

A comunidade do setor habitacional Sol Nascente não tem o que comemorar: as contas de energia elética estão muito caras.

Uma família que utiliza televisão, geladeira e chuveiro elétrico recebe contas de até R$ 200,00, e o pior, não é apenas uma família, são várias. Além do alto valor, a taxa de iluminação pública também é cobrada, mas não existem postes instalados nas ruas.


Segundo a Companhia Energética de Brasília (CEB), os moradores devem entrar com solicitação de revisão das contas junto a empresa.


Fonte: Rede Record de 23/12/08

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Treino não impressiona



Depois de trabalhar física e tecnicamente na parte da manhã, o Ceilândia Esporte Clube (CEC) enfrentou, na tarde dessa terça-feira (23/12/08), um combinado de jogadores amadores das cidades de Novo Gama e Pedregal, ambas em Goiás.

As justificativas são evidentes, mas o time não agradou. Apesar de não poder se exigir do time o entrosamento necessário, foi possível identificar alguns aspectos relacionados ao estilo de jogo. A visão que se teve é que o time se pautará excessivamente pela força em detrimento da técnica. É preciso equilíbrio e o tempo se incumbirá de demonstrar se tal equilíbrio será ou não encontrado.

O resultado para um time travado fisicamente e sem inspiração foi um empate sem gols: 0 x 0.

O resultado pareceu dar razão ao técnico Marquinhos Bahia que pede reforços para todos os setores da equipe: um zagueiro, um armador que tenha a capacidade de alternar o ritmo de jogo, e um atacante. O armador parece ser a prioridade: contra um time de melhor qualidade o CEC fatalmente sofrerá com os contra-ataques.

O time atuou sem Romualdo, contundido. Formou-se com Renan, Daniel, Vavá, Thiago Júnior, Beto e Bobby. Bedson, Rildo e Thiago Ferreira. Cassius e Molina.



Fonte: Ceilândia Esporte Clube

Chuvas recentes dão prejuízos

Desde que as chuvas começaram, muitos pontos de Ceilândia vêm sofrendo bastantes modificações. Na avenida principal do Condomínio Pôr-do-Sol, no Setor P Sul, os buracos estão tomando conta das ruas. Moradores também reclamam da água parada, do mau cheiro e dos perigos que estes estragos podem ocasionar.

Nessa época do ano, a população sempre volta a conviver com os problemas decorrentes dos buracos, que se multiplicam no leito das ruas.

Na avenida, os moradores reclamam da lama, do mau cheiro proveniente dos esgotos e principalmente dos buracos e desníveis de pista, o que exige atenção dobrada dos motoristas. Em um segundo de descuido, pode-se ter o pneu do carro estourado, a roda amassada, a suspensão quebrada e, em casos mais graves, até mesmo sofrer um acidente.

Segundo a moradora Estela Camila, 24 anos, os buracos chegam a ser tão grandes e profundos que acabam sendo utilizados como depósito de lixo e entulhos. "O esgoto está atraindo muitos ratos e a água parada facilita a ação da dengue", lembrou.

De acordo com Estela, todo ano moradores da região passam pelo mesmo problema. "A situação se agrava todos os anos nas épocas de chuva. Há dois meses piorou o estado dos asfaltos. Não deixo minha filha sair de casa para brincar na rua, pois os buracos são muito grandes e tenho medo dela cair em um deles", concluiu.

Segundo a prefeita comunitária do condomínio, Francisca Ambrósio do Nascimento, conhecida na região como Dona Chica, as fortes chuvas dificultam qualquer tipo de tentativa para solucionar o problema. "A solução é esperar o tempo melhorar". "O tapa buracos esteve aqui há pouco tempo e fizeram a primeira etapa. Mas, por causa das chuvas, não vai adiantar nada colocar asfalto novo", afirmou.

A prefeita disse ainda que os circulares ameaçam deixar de passar no local devido ao difícil acesso. "O ônibus grátis faz a parte mais perigosa do Pôr-do-Sol. Ele passa nos lugares onde há mais terra, barros e buracos", disse.

O administrador de Ceilândia, Leonardo Moraes, está ciente de todos os problemas ocasionados pelas chuvas no condomínio, mas enquanto não houver algo mais concreto, como um plano de urbanização para a localidade, a região poderá contar inicialmente apenas com ações emergenciais.

"O maior problema no condomínio é a infra-estrutura. Tem obras que não vão adiantar se não houver uma drenagem pluvial no local. O plano de urbanização é essencial neste processo. De imediato podemos continuar com as medidas emergenciais."

O administrador afirmou que, no começo deste mês, o tapa buracos esteve no condomínio, mas devido ao estado crítico das chuvas, logo o asfalto se desgastou novamente. "A concentração das chuvas é imensa, o tapa buraco volta quando as chuvas diminuírem. No começo de dezembro os buracos foram tapados, mas com as chuvas fortes logo os asfaltos cedem."


Fonte: Tribuna do Brasil

Decisão adiada

Ficou para 12 de janeiro a decisão sobre os recursos que o Governo do Distrito Federal destinará ao campeonato candango de 2009. Os representantes dos oito clubes participantes almoçaram ontem com o presidente da Federação Brasiliense de Futebol, Fábio Simão, para discutir o assunto. No início do mês, Brasília, Brazlândia, Ceilândia, Dom Pedro, Legião e Luziânia ameaçaram ficar fora da competição caso o GDF não investisse no futebol os mesmos R$ 7 milhões destinados ao carnaval. O valor será definido somente após aprovação do orçamento do governo local para 2009. As equipes negociam a transmissão dos jogos pela TV Brasília.


Fonte: Correio Braziliense de 24/12/08

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

O que abre e fecha no feriado?

A hora da ceia está chegando e quem quer curtir o Natal sem imprevistos precisa se planejar para não faltar nada. Ao anoitecer de amanhã será quase impossível conseguir um peru, uma garrafa de refrigerante, um presente de última hora ou qualquer outro item encontrado no comércio. O setor vai fechar as portas e só volta a reabri-las na sexta, dia 26. Bancos, serviços públicos e de transporte também funcionam em horários alternativos na véspera da data que simboliza o nascimento de Jesus Cristo. A abertura da grande maioria dos bares e restaurantes no dia 25 é a boa nova do feriado deste ano.

O Sindicato dos Bares e Restaurantes do Distrito Federal informa, inclusive, que vários estabelecimentos estão aceitando reservas para almoço e jantar no dia 25 e que a procura é intensa. Bares, lanchonetes e restaurantes fast food também estarão esperando o brasiliense que não se contentar com as sobras da ceia.

Demais empresas de serviços não devem funcionar no Natal, por isso é bom fazer hoje e amanhã coisas como colocar gasolina e alugar DVDs. Opções de lazer serão raras. Shopping e seus cinemas, por exemplo, terão funcionamento facultativo. Uma alternativa é o Zoológico, que ficará de portas abertas em 25 de dezembro, assim como a vila natalina instalada na Esplanada dos Ministérios.

Os hospitais públicos estarão em sistema de plantão nas emergências nos dias 24 e 25, bem como as farmácias da cidade. Bancos não funcionam à tarde amanhã e só voltam a abrir no dia 26. As lojas de rua funcionam até as 17h no dia 24. Depois desse horário, no entanto, elas são obrigadas a atender quem já estiver dentro.

Confira, no quadro abaixo, a lista do que vai funcionar nos próximos dias. Todos os estabelecimentos voltam ao atendimento normal nesta sexta-feira.



Clique no link do Correio Braziliense que diz o que abre e fecha neste feriado aqui.


Fonte: Correio Braziliense

Inversão de fluxo

O Departamento de Estradas de Rodagem não fará a inversão do fluxo da Estrada Parque Ceilândia (via Estrutural) nos dias 26 de dezembro e 2 de janeiro durante todo o dia. Já nos dias 24 de dezembro e 31 de dezembro, a inversão será somente no período matutino. Sábados, domingos e feriados não há inversão do fluxo da via.

A EPCL (DF-095) / Estrutural tem sentido único Ceilândia-Plano Piloto nos dias de semana de 6h às 9h e sentido Plano Piloto-Ceilândia de 18h às 19h30.



Fonte: Correio Braziliense

Igrejas mais próximas da regularização

Abaixo vão os terrenos de igrejas (Terracap) que estão mais próximos da regularização:



Ceilândia Norte

QNM 16 Lote A
QNM 30 Área Especial D


Guariroba

QNN 34 Área Especial D
QNN 34 Área Especial E
QNN 34 Área Especial C


Setor "O"

EQNO 08/10 Lote A
QNO 12 Área Especial E


Expansão do Setor "O"

QNO 16 Conj. F Lote 06
QNO 16 Conj. H Lote 01
QNO 17 Conj. I Lote 08
QNO 18 Conj. A Lote 01
QNO 18 Conj. G Lote 19
QNO 18 Conj. G Lote 20
QNO 18 Conj. J Lote 10
QNO 19 Conj. H Lote 04
QNO 20 Conj. A Lote 15


P Sul

EQNP 12/16 Área Especial E
EQNP 12/16 Área Especial F
EQNP 12/16 Área Especial G
EQNP 12/16 Área Especial H
EQNP 14/18 Área Especial A
EQNP 16/20 Área Especial A
EQNP 22/26 Área Especial A
EQNP 22/26 Área Especial B
EQNP 22/26 Área Especial C
EQNP 22/26 Área Especial D
EQNP 26/30 Área Especial B
EQNP 26/30 Área Especial C
EQNP 26/30 Área Especial D
EQNP 32/36 Área Especial A


P Norte

EQNP 15/11 Área Especial F


QNQ

QNQ 06 Conj. 04 Lote 02



Fonte: Correio Braziliense de 23/12/08

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Imagem: Misses 2009

Abaixo estão as três primeiras colocadas do Miss Ceilândia 2009. Clique na imagem para ver melhor!



Fonte: Correio Braziliense de 22/12/08

Microônibus parados novamente

Centenas de pessoas ficaram sem microônibus hoje em Ceilândia. Motoristas e cobradores pararam de trabalhar porque não receberam o 13º salário.


Segundo o Sindicato dos Trabalhadores, 900 cobradores e motoristas cruzaram os braços às 14h. Em Ceilândia, 150 microônibus pararam. Eles circulavam pelos terminais do P-Sul P- Norte, Setor O e M-Norte.

Os rodoviários dizem que só voltam ao trabalho quando o 13º salário for depositado, o que segundo o presidente do Sindicato de Vans e Microônibus, Diógenes Nery dos Santos, deveria ter sido feito na sexta-feira (19). A greve pegou muita gente de surpresa.

“Já demora para vir até o ponto, e agora com greve, atrapalha muito a gente”, diz uma jovem. Agora eu vou ter que subir até o terminal para poder pegar condução pra Brasília”, afirma um senhor.

No início da noite desta segunda-feira (22), a empresa Cootarde informou que o dinheiro do 13º salário foi depositado e os microônibus voltaram a circular.



Fonte: Rede Globo

Mais segurança no bairro

Após o registro de outro crime na cidade, quando um homem fez 12 reféns, no último sábado (20), a PM garante que vai intensificar o policiamento.

Quem mora ou trabalha na região da QNN 24/26 reclama da segurança. “Às vezes vem um pessoal querendo assaltar os passageiros que usam o metrô. Então, precisa ficar de olho. Principalmente próximo às estações”, diz a dona-de-casa Regina Santos.

“Aqui a malandragem é muito grande. Meninada, pilantras que querem assaltar, roubar, matar pai de família”, denuncia o vigilante Jurceney Santos.

No sábado, Pierre Xavier foi abordado por policiais durante uma ronda. Fugiu e se escondeu em uma lan house. Deixou 12 pessoas presas em um banheiro. Depois da negociação, ele se entregou à polícia.

Em agosto, um caso parecido. Róger do Arte Pinto fez sete reféns em uma farmácia em Ceilândia Centro. A caixa da loja ficou horas sob a mira do revólver do bandido, que acabou morto pelos policiais.

“Neste fim de ano estamos intensificando o policiamento através do plano de intensificação Natal e Ano-Novo. As pessoas poderão verificar isso com a presença constante dos policiais nessas áreas”, assegura o comandante em exercício do 8º Batalhão, Major Luís Ribeiro.


Fonte: Rede Globo aqui e aqui, Jornal de Brasília e Rede Record

Vídeo: Escola pode ter diretor de outra regional

A comunidade da Escola Classe 17 está reclamando, pois o candidato a diretor da escola não pôde assumir o cargo e outros nomes estão sendo cogitados para o seu lugar.

Muitos dizem que é falta de respeito com quem participou da eleição escolar e a última diretora informa que havia feito uma reunião na qual mostrou-se os verdadeiros motivos para que o candidato afastado não possa assumir a direção.

Mistério!!!


Veja o vídeo: CorreioWeb / Tv Brasília


Fonte: Jornal Local de 22/12/08

domingo, 21 de dezembro de 2008

Reféns por duas horas

Um homem fez 12 pessoas reféns no início da noite deste sábado (20/12) em Ceilândia. Dois dos mantidos presos eram crianças. O incidente começou logo após Pierre Xavier, 27 anos, ter se recusado a ser revistado por uma equipe do 8º Batalhão de Polícia Militar, na QNN 24, Guariroba. Ele sacou uma arma, fugiu em direção ao Conjunto A da quadra e se refugiou dentro de um salão de beleza. No local, também funciona uma lan house.

Por volta das 19h40, Xavier baixou as portas do estabelecimento e não deixou os clientes e funcionários saírem. Pouco depois, chegaram ao local 120 policiais do Batalhão de Operações Especiais da PM do Distrito Federal, que cercaram e isolaram o quarteirão. Durante a negociação, os policiais levaram ao local a mãe do criminoso, Maria Lúcia Pereira Xavier, 51 anos. Ela ajudou a convencer o filho a não ferir ninguém.

Xavier, que estava em liberdade por conta do indulto de Natal, se rendeu por volta das 22h. Ele já havia sido condenado por tentativa de homicídio, roubo e porte ilegal de armas e drogas. Todos os reféns foram levados à 23ª Delegacia de Polícia (Setor P-Sul, em Ceilândia) para prestarem depoimentos.



Fonte: Correio Braziliense, Rede Record de 20/12/08 e Jornal de Brasília de 21/12/08

Vitória e empate

O Brasil encerrou o Desafio Petrobras de handebol feminino com duas vitórias sobre Cuba. Ontem, a Seleção Brasileira venceu por 30 a 28, e neste sábado, no segundo confronto, as brasileiras superaram as cubanas por 24 a 20 (parcial 13 a 10). Todos os jogos foram disputados no Ginásio do Sesc Ceilândia (DF). A armadora Ana Paula foi a artilheira do jogo, com cinco gols.

"A dificuldade do jogo foi igual, mas hoje as meninas entraram mais tranqüilas na partida e não sentiram aquele peso da estréia na Seleção Brasileira", comentou a técnica Marisa Loffredo.

A treinadora ficou satisfeita com o desempenho da Seleção.

"Defendemos melhor hoje e apesar das dificuldades impostas pela equipe de Cuba, que mudou várias vezes o sistema defensivo, conseguimos impor um ritmo forte no ataque, principalmente pela qualidade técnica individual da nossa equipe", disse.

Marisa também destaca a determinação das jogadoras.

"O balanço desse Desafio Petrobras foi muito positivo. As meninas realmente defenderam a camisa da Seleção Brasileira, jogaram com muita disposição, vontade, e com muito amor", finalizou.




Já no masculino houve empate


A Seleção Brasileira teve uma vitória e um empate contra Cuba no Desafio de Handebol Masculino, realizado em Ceilândia. Após vencer o primeiro jogo por 28 a 17, na última quinta, o Brasil empatou com os cubanos em 27 gols, neste sábado. O artilheiro foi o pivô Menta, com cinco gols. O treinador Washington Nunes avaliou de forma positiva o desempenho da equipe.

- Cuba é uma boa equipe e já esperávamos que o segundo jogo seria mais difícil. Na primeira partida jogamos muito bem, já hoje erramos muitas finalizações. Mas, no final do jogo, quando estávamos três gols atrás, o time foi guerreiro e conseguimos o empate, que acabou sendo um bom resultado -comentou Nunes.

Nunes afirmou ainda que a Seleção Masculina encerra o desafio com o dever cumprido. Ele acredita que ganhou boas opções na preparação para o mundial de handebol que será disputada entre 16 de janeiro e 1 de fevereiro, na Croácia.

- O nosso principal objetivo era testar novos jogadores e eles mostraram que têm potencial para estar na Seleção Brasileira. Foi um bom teste e uma boa preparação para o Mundial - concluiu.



Fonte: Final Sports e O Globo

sábado, 20 de dezembro de 2008

Opinião: Orgulho Ceilândia

Você tem orgulho de ser ceilandense? Você diz com naturalidade que é morador de Ceilândia? Infelizmente, Ceilândia é uma cidade ainda muito discriminada, tanto por moradores do Plano Piloto quanto de outras regiões administrativas. Obviamente esta situação se deve a vários fatores, sejam eles históricos ou sociais, mas não se resume a isso. Isso se deve também à parte da mídia, que anos atrás querendo ou não colaborava ainda mais com a formação de uma imagem negativa da cidade.

Mas Ceilândia cresceu, se desenvolveu. É a maior cidade do Distrito Federal e tem a maior população. Tem um comércio muito expressivo, e cada vez mais grandes empresas demonstram interesse em investir aqui. Além de tudo, somos o maior colégio eleitoral do DF, e temos um poder de influência muito grande. Apesar de tudo isso, a população de Ceilãndia ainda tem que conviver com caras feias e piadinhas. Não é muito raro, estando no Plano Piloto, por exemplo, observar uma certa “cara de espanto” ou até mesmo de desprezo quando se diz que é morador de Ceilândia. Perguntas imbecis do tipo “lá é muito perigoso?” e comentários como “lá só tem pobre” ou “lá é o fim do mundo” são frequentes.

Logicamentre as pessoas estão mais bem informadas, e boa parte não tem esta mentalidade tão retrógrada, mas isto ainda acontece. O que podemos fazer? É possível mudar o pensamento das pessoas de uma hora para a outra? Certamente não. Mas podemos contribuir para que a situação melhore, como já melhorou bastante nos últimos tempos. Devemos ter orgulho da nossa cidade, que não é inferior à nenhuma outra cidade do Distrito Federal. Somos ceilandenses, sim, e temos muitos motivos para nos orgulhar disso.

Algumas atitudes podem ajudar a melhorar a imagem da cidade e de seus moradores. Prestigiar e incentivar os eventos culturais , conservar os monumentos e espaços públicos, cobrar mais atitudes positivas e investimentos do governo são algumas das opções. O importante é não desistir. Aos 37 anos, Ceilândia caminha para se consolidar de vez como uma das cidades mais desenvolvidas do DF, e nada vai impedí-la de crescer. A população é formada em grande parte por jovens e pessoas que sempre lutaram e torceram por seu progresso. Basta um pouco mais de união e auto-estima para que Ceilândia possa revelar ao Distrito Federal e ao Brasil todo seu potencial, reafirmando assim sua real vocação para metrópole.



Fonte: Ceilândia.com

Microônibus pararam

Cerca de 50 microônibus da Cootarde deixaram de circular em Ceilândia por duas horas na tarde deste sábado (20/12). Motoristas e cobradores reclamam que a segunda parcela do 13º não foi depositada, o que motivou a paralisação que ocorreu entre 15h e 17h. Segundo empresários da cooperativa, não houve aviso da paralisação por parte dos trabalhadores.

O Sindicato dos Rodoviários e dos Auxiliares do Transporte Alternativo foi acionado para dar apoio aos trabalhadores. Segundo o representante dos rodoviários, Claudio Galvão, “os trabalhadores não sabem o que fazer porque não têm representação sindical. Eles estão se sentindo jogados”, apontou. Galvão afirmou que, se o dinheiro não estiver na conta dos trabalhadores na segunda-feira, haverá uma nova paralisação.

O presidente da Cootarde, Augusto Maia, explicou que os R$ 124 mil referentes à segunda parcela do 13º dos trabalhadores foram depositados na sexta-feira e que uma falha bancária teria impedido que o dinheiro fosse distribuído para os 785 funcionários da cooperativa. “Se por algum motivo o dinheiro não entrar na conta, o pagamento será feito aos trabalhadores na própria cooperativa”, garantiu. Um tempo depois, os microônibus voltaram a circular normalmente.



Fonte: Correio Braziliense

Mulheres também vencem

Não foi fácil, mas a seleção brasileira de handebol feminino conseguiu sair vitoriosa no primeiro confronto amistoso contra Cuba nesta sexta-feira. A exemplo do time masculino na última quinta, as meninas da equipe verde-amarela derrotaram as rivais da América Central por 30 a 28, em Ceilândia-DF.

"A determinação e a união do grupo fez com que com saíssemos com essa vitória. Mostramos a nossa força e que temos qualidade", comemorou a goleira Ariadne, destaque do duelo, em discurso entoado pela técnica Marisa Loffredo.

"A vontade de ganhar e o esforço de cada jogadora foi o diferencial dessa partida. Foi a vitória da superação, já que tivemos muita dificuldades de enfrentar Cuba, que é um time muito forte fisicamente. A goleira Ariadne também foi essencial para alcançarmos esse resultado, ela fez muitas defesas importante nos momentos mais difíceis do jogo", declarou a treinadora.

As duas seleções voltam a se encontrar neste sábado, às 17h30. Duas horas antes, acontecerá novamente a partida entre os times masculinos.

"Será mais um jogo difícil e muito disputado. Hoje foi a estréia de muitas meninas na seleção adulta, e elas sentiram um pouco a pressão no primeiro tempo. Mas no segundo já jogaram mais soltas e amanhã espero que joguem com mais tranqüilidade e menos ansiedade", completou Marisa.



Fonte: UOL Esporte e MediaMaxNews

Imagem: Áreas de risco no mapa

Veja, no detalhe, os locais que a Defesa Civil monitorou e diz estar no grupo de risco de desabamentos no Distrito Federal. Em Ceilândia temos três localidades.




Veja também o vídeo: CorreioWeb / Tv Brasília


Fonte: Jornal de Brasília de 19/12/08, Jornal Local de 20/12/08 e Rede Globo de 17/12/08

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Miss Ceilândia 2009 é eleita



A estudante de Comunicação Social Mirelle Amaral, de 22 anos, foi eleita Miss Ceilândia 2009 na noite de quarta-feira (17/12/08), no Centro Salesiano do Menor (Cesam). O evento recebeu cerca de 1.200 convidados, que foram conferir de perto o desfile de beldades locais.

Mirelle confessou ter ficado surpresa com o título. Agora, ela vai se preparar para o Miss Distrito Federal, que será realizado em maio. Como prêmio pela vitória no concurso de quarta, Mirelle levou para casa um equipamento de home theater e um secador de cabelos, além de garantir um ano gratuito de academia de ginástica e de salão de beleza. Quem vencer o Miss Distrito Federal, ganhará R$ 30 mil e a inscrição no Miss Brasil.


Fonte: Jornal de Brasília de 19/12/08

Imagem: Sistema de águas pluviais

O governo começou a reestruturar o sistema de captação de águas pluviais de Ceilândia Sul. O blog 100% Ceilândia mostrou, através de imagens e denúncia de um webleitor, as dificuldades enfrentadas por motoristas e moradores nas vias da cidade no momento de chuvas. Reveja a notícia clicando aqui.

A via que aparece em questão é a Avenida Bahia - Via M3 (do Hospital Regional de Ceilândia) - o governo tem feito o mesmo em outras vias de Ceilândia Sul.





Mais microônibus

O GDF entregou nesta sexta-feira (19) o último lote de microônibus que irá substituir as vans do Sistema de Transporte Alternativo, retiradas de circulação em julho deste ano. A partir de 1º de janeiro mais cem microônibus estarão nas ruas do DF, somando um total de 450 veículos desse tipo. A programação das linhas ainda será feita pelo DFTrans.

Durante a apresentação dos veículos, o governador José Roberto Arruda fez uma avaliação positiva da atuação do governo nos últimos dois anos no setor de transportes públicos. “Em pouco tempo conseguimos colocar novas linhas em circulação, 1.100 novos ônibus na frota do DF, reativar a estação de metrô de Ceilândia e legalizar o transporte público da cidade”, afirmou Arruda.

Os novos microônibus são mais modernos e espaçosos do que os do primeiro lote, entregues em junho deste ano. De acordo com o presidente da Cooperativa de Transporte Público do DF (Coopetran), Crispiniano Espíndola Wanderley, a Coopetran, muitos motoristas e cobradores de vans agora trabalham em microônibus, com carteira assinada e dentro da lei.

O ex-motorista de van, Santevan Arruda Fonseca, 53 anos, ficou cinco meses desempregado, depois da retirada das vans de circulação. Agora ele será responsável por um microônibus e terá todos os direitos legais pagos. “No começo foi um choque, pois achamos que iríamos ficar desempregados. Estamos mais confiantes, porque os microônibus oferecem mais segurança para motoristas e passageiros”, disse.

Dos cem microônibus entregues hoje, 40 estão adaptados com elevadores para cadeirantes. Dos 450 veículos, 210 já estão dentro dos padrões de acessibilidade. “É mais do que 50% de toda a frota, mais do que exige a lei (10%)”, afirmou o secretário de Transportes, Alberto Fraga.



Fonte: ClicaBrasília e Correio Braziliense

Ponto para o handebol

O handebol é um dos esportes menos populares do Brasil, porém, de acordo com o Conselho Federal de Educação Física, é o mais praticado nas escolas públicas de todo o País. Para incentivar o crescimento da modalidade, a Petrobras montou parceria com a Confederação Brasileira de Handebol e está levando jogos da seleção a várias capitais. Neste sábado, o DF será novamente palco de um embate verde-e-amarelo contra Cuba.

Com entrada franca, o time campeão Pan-Americano faz o segundo amistoso com Cuba às 15h30, no Ginásio do SESC Ceilândia. No primeiro encontro, na noite de ontem, o Brasil venceu por 28 x 17. O armador Diogo Hubner (foto) foi o artilheiro da partida, com sete gols. “O resultado foi esse porque não encaramos como um torneio amistoso e sim como uma preparação para o Mundial”, destacou o jogador, em relação à competição que acontece a partir do dia 16, na Croácia.

Também focado no Mundial da Croácia, o técnico Washington Nunes ressalta os pontos fortes de sua equipe. “Ganhamos na parte física. Estamos com um time alto e isso foi muito bom principalmente para a parte defensiva. Alguns jogadores sentiram um pouco a estréia na seleção adulta, mas no próximo jogo eles estarão mais soltos e terão um desempenho ainda melhor”, apontou.



Fonte: ComuniWeb e JC Online

Casa de apoio pode fechar

O Instituto Exército de Cristo, em Ceilândia, Distrito Federal, poder fechar se não conseguir um alvará para funcionar como uma associação. A afirmação é da presidente da casa de apoio, Francisca Tenório de Souza, 41 anos. Para obter o documento, a instituição depende da assinatura de alguns vizinhos em um termo de anuência porque o imóvel está localizado em uma área residencial. Segundo a entidade, as pessoas estão se recusando a assinar o documento por terem preconceito contra os portadores de HIV no local. “Eles acreditam que os soropositivos colocam a segurança deles em risco, mas nunca tivemos qualquer problema ou confusão”, diz Francisca. A instituição tem nove anos de existência e está há três no local (QNM 25 Conjunto E Casa 45 - Ceilândia Sul), acolhendo pessoas com o vírus HIV - sendo algumas em situação de rua. O local também é dirigido pelo marido de Francisca, Alderaci de Souza Sena, 40.

A instituição recebe recursos de pessoas físicas, jurídicas e também do Ministério da Saúde (por meio da portaria 1824 de casas de apoio). O investimento do órgão federal é administrado pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal. “Mesmo assim, estamos isolados, não temos comunicação com ninguém da região”, comenta Francisca.

Procurada pela reportagem, uma vizinha, que preferiu não ter o nome identificado, disse que o problema seria a falta de estrutura no local. “Eles não possuem nenhum tipo de atendimento psicológico para as pessoas. Além disso, uma vez nós já tivemos que ligar para a emergência e uma ambulância socorrer alguém lá dentro porque a única linha telefônica de lá estava travada em um telefone com chave”, alegou.

Entretanto, a informação não foi confirmada pelo núcleo de DST/Aids do Distrito Federal, dentro da Secretaria da Saúde. O órgão informou que faz visitas técnicas anuais na casa de apoio. A última foi efetuada no último dia 14 de outubro e não foi constatado qualquer tipo de problema ou irregularidade.

Já o Programa Nacional de DST/Aids informou que possuiu projetos com a entidade até o ano de 2004 e também não encontrou nenhum problema contra a instituição.

A Administração Regional de Ceilândia também foi procurada pela reportagem e informou que um impasse dessa natureza (um possível preconceito por parte de vizinhos) deve ser solucionado na justiça, já que é obrigatória a assinatura do termo de anuência por eles. A instituição necessita de pelo menos 1/3 de assinaturas de moradores da vila em que atua.



Para mais informações, visite o site da fonte.

Fonte: Agência de Notícias da Aids

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Caps poderá funcionar

Um prédio, localizado na EQNP 28 de Ceilândia, foi cedido pela Administração Regional da cidade para a intalação do Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas (Caps-AD). O local ainda passará por reformas e a instalação deve acontecer no início de 2009. A previsão para o próximo ano é de que pelo menos mais dois Caps sejam instalados na cidade.

O Caps-AD é um serviço especializado em saúde mental que atende pessoas com problemas decorrentes do uso ou abuso de álcool e outras drogas e que tem como princípio a reinserção social. Realiza ações de assistência (medicação, terapias, oficinas terapêuticas, atenção familiar), de prevenção e capacitação de profissionais para lidar com os dependentes.

Polêmica
A instalação de um Caps na cidade foi motivo de protestos. O Ministério Publico do Distrito Federal e Territórios realizou, em outubro, uma audiência pública conjunta com a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania, Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Legislativa do DF para debater a implementação do centro em Ceilândia.

Em novembro, moradores da Ceilândia realizaram um ato público com o objetivo de pedir a abertura imediata da unidade de atendimento a pessoas com transtornos mentais e dependentes de álcool e drogas. Isso se deve à uma determinação do Ministério da Saúde que recomenda que cidades com mais de 200 mil habitantes tenham pelo menos três Caps. Porém, em todo o Distrito Federal há apenas seis unidades. A maior cidade do DF, Ceilândia, tem mais de 500 mil habitantes e nenhum Caps. Com isso, para que os pacientes possam receber atendimentos médicos e terapêuticos é preciso que eles procurem outras regiões.


Fonte: Correio Braziliense, Ceilândia.com e ComuniWeb

O esporte na cidade

O fascínio por alguns esportes faz a alegria de grande parte dos brasileiros. E a prática esportiva é um excelente estímulo para a criança ocupar a mente e desenvolver o corpo. Mas para isso acontecer é preciso investimento em educação e infra-estrutura, mesmo sabendo que o resultado, em muitos casos, possa demorar. Em Ceilândia, celeiro do Distrito Federal em talentos brasileiros no esporte, essa prática é encarada com seriedade e compromisso.

O administrador regional da cidade, Leonardo Moraes, acredita que o investimento no esporte é, na verdade, apoiar o futuro da região. Ele ressaltou ainda que muito já está sendo feito e anunciou algumas medidas para o início de 2009. "Estamos construindo e reformando uma pista de atletismo, de padrão olímpico, com pista de 400 metros, no Centro Educacional 2. Com um investimento na faixa de R$ 600 mil e com previsão de ser entregue já em fevereiro. Ainda no primeiro semestre, vamos colocar coberturas em 20 quadras nas escolas classe", relatou.

Leonardo lembrou ainda que a partir de amanhã será realizado no Sesc Ceilândia o confronto internacional de Handebol, com as equipes masculina e feminina do Brasil e de Cuba. "O evento terá entrada franca e tem como objetivo inserir Ceilândia no cenário mundial do esporte. E as preliminares serão com talentos locais", avaliou.

O gerente de esporte, lazer, cultura e educação da cidade, João Kleber Fonseca, acredita que Ceilândia é forte no esporte e aposta em novidades para o ano que vem. "Nós esperamos ter uma equipe representante na liga nacional de handebol já em 2009. Está sendo iniciado, também, o projeto do primeiro ginásio poliesportivo da cidade, coberto, e que será construído na Praça dos Eucaliptos, no centro de Ceilândia", disse Fonseca. Essa obra, segundo o gerente, será um marco divisor da cidade e poderá ser palco de inúmeras atividades esportivas, além de shows artísticos e culturais na região.




Mas nem tudo é exemplo de investimento na maior cidade do DF. A quadra da QNP 14 é um exemplo de abandono e descaso com o potencial que o esporte pode gerar em uma comunidade.

Carioca, como é conhecido Flavio Gonçalves, mora em frente à quadra e sempre que pode dá sua contribuição. "Em época de campanha política, muitos vêem aqui, prometem ajudar, mas nunca voltam", disse. Segundo Carioca, há depredação no local durante a noite. "Tem alguns quem vem aqui só para destruir. Certamente não moram na região. Quem destrói não usa a quadra", concluiu.

Félix Alves, que também colabora com a conservação do espaço, faz coro com Carioca. "Já organizei muito torneio com a criançada. Mas essa quadra precisa de ajuda de verdade, de segurança, iluminação, enfim, de mais atenção da Administração. Aposto que, se esse espaço fosse sério, seria um celeiro de novos talentos", acrescentou.

Para Carioca, o reparo é mais que necessário, para que no futuro possíveis talentos não sejam desperdiçados. "O que falta é profissionalismo, pessoas com capacitação para orientar esses jovens. Mas acredito que esse panorama já está mudando", acredita.




Segundo Kleber Fonseca, uma dificuldade encontrada é a falta de informação básica a muitas pessoas. "A Secretaria de Esportes do DF nos pediu para fazer um cadastro de jovens valores em Ceilândia. Mas esse processo está muito difícil, algumas crianças não têm nem documento de identificação. Certamente a administração tem muito que fazer", concluiu.

E já está fazendo. Com previsão de inauguração no primeiro semestre de 2009, e com um investimento de cerca de R$ 7 milhões do GDF, está sendo construída a maior e mais completa Vila Olímpica do DF, no Parque da Vaquejada, Setor P Norte de Ceilândia. A idéia é que, durante a semana, o local receba estudantes da rede pública de ensino, enquanto que nos finais de semana, o espaço atenderá a comunidade.

A futura Vila Olímpica será erguida em uma área de 46 mil metros quadrados. O local terá capacidade para cinco mil pessoas e contará com uma pista oficial de atletismo, campo sintético de futebol society, duas piscinas, ginásio, quadra coberta, quadra de tênis, campo de areia, pista de skate, duas quadras poli-esportivas, arquibancadas, vestiários e até churrasqueiras.


Fonte: Tribuna do Brasil

Opinião: Evento é criticado

Houve um tempo em que a Assessoria de Comunicação da Administração Regional de Ceilândia era autista, surda e muda.

A coisa melhorou de uns tempos para cá. Mas, com relação ao concurso para escolha da Miss Ceilândia 2009, sobraram derrapadas.

Primeiro, divulgaram que havia quarenta inscritas, que de repente viraram 43. Da pré-seleção deveriam sair 21 concorrentes, mas parece que só 19 disputarão o título (a lista com o nome das escolhidas nunca foi divulgada). Por fim, a festa que seria no SESC Ceilândia, acabou transferida na última hora para o Centro Salesiano do Menor.

Todas estas alterações não mereceram sequer uma mísera nota informativa no site oficial da Administração Regional. E olha que o concurso é organizado (?) pela Assessoria de Comunicação Social.

Da próxima vez será melhor deixar o evento aos cuidados de agentes do serviço secreto.


Fonte: Ceilândia.com

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Mudança de última hora



A Administração Regional de Ceilândia resolveu mudar de última hora a programação do Miss Ceilândia 2009. O evento que estava previsto para acontecer no SESC Ceilândia foi transferido, segundo o Jornal de Brasília, para o Centro Salesiano do Menor - Cesam - próximo ao SESC Ceilândia.

O evento ocorrerá as 20h e o Cesam fica na QNN 31 AE de Ceilândia Norte. Ainda segundo o noticiário, serão 19 candidatas e não 21 como foi programado anteriormente.

Fonte: Jornal de Brasília de 17/12/08 e ClicaBrasília

Nada decorado

Passando por Taguatinga neste final de semana, observei a diferença na decoração de natal no centro de Taguatinga e a do centro de Ceilândia. Não entendo essa diferença entre Ceilândia e Taguatinga, se os moradores não tivessem memória curta lembrariam do tratamento que foi dado neste natal e pensariam melhor no seu voto em 2010.

Antônio Domingos



A Associação Comercial, Empresarial e Industrial de Ceilândia - a ACIC-DF - também sugeriu que iria participar de uma competição de iluminação de natal, mas nada foi feito até o momento.


Fonte: ACIC-DF

Exposições no Metrô

Os mais de 150 mil usuários que utilizam o serviço do metrô todos os dias podem perceber uma movimentação diferente nas tações. Começou dia 11 e segue até o dia 22 de dezembro a exposição de trabalhos artesanais em oito estações, entre elas, Galeria, Central, Praça do Relógio e Terminal Central de Ceilândia. O projeto é uma parceria da Secretaria de Trabalho e da Companhia de Metropolitano, que administra o transporte.

Com o objetivo de expor peças artesanais e gerar renda para os artistas, a Gerência de Promoção de Trabalhos Artesanais entrou em contato com as associações de artesanato de Brasília, que encaminharam por volta e cem artesãos para o projeto. Cada estação conta com cerca de dez barracas, com exceção da Estação Central que, por ter um grande fluxo de pessoas, conta com mais de 20 estandes.

Toalhas e panos de pratos bordados, sapatinhos de bebês, bijuterias, brinquedos didáticos, crochê, caixas e vidros decorados, pinturas francesas e bonecas são alguns dos produtos que podem ser encontrados nas exposições.

“O Governo do Distrito Federal está empenhado em gerar ocupação e renda para o artesanato.
Para isso, estamos projetando a criação do Mercado do Artesanato. A feira vai ficar próxima
à Feira dos Importados e deve ser inaugurada ano que vem”, declara Maria Geoni de Oliveira, gerente de Promoção de Trabalhos Artesanais. Brasília possui, atualmente, 14 mil artesãos e
71 associações cadastradas.

Bárbara Costa, 18 anos, é estudante e todos os dias utiliza o metrô. Enquanto espera, a jovem aproveita para dar uma olhada nos trabalhos. “A gente vive apressada e sem tempo, então, ter exposições aqui deixam o comércio muito mais acessível. O bom é que eu posso ver as barracas hoje e, se gostar de algo, amanhã posso voltar e comprar”, define Bárbara.


Fonte: ClicaBrasília

Parcerias contra a violência

Só este ano foram registrados cinco casos de lesão corporal e uma morte nas escolas públicas do Distrito Federal. A escalada da violência preocupa o governo.

Para diminuir esses números, a Secretaria de Educação e a Secretaria de Esportes firmaram uma parceria. Ao todo, 76 escolas vão receber material esportivo extra no ano que vem. A idéia é tornar o colégio mais atraente tanto para as crianças, como para os adolescentes.

“Esporte agrega valores, união, participação, desenvolvimento intelectual. O esporte é tudo”, defende o secretário adjunto de Esportes, Herbert William.

O acordo foi oficializado depois de um encontro no Ministério Público. Das escolas que serão atendidas, quase 40% estão em Brazlândia.

“Nós fizemos o mapeamento da violência e Brazlândia vem na frente do processo. Aparece como a cidade mais violenta de todas”, revela o assessor especial da Secretaria de Educação, Atílio Mazzoleni.

Apesar do reforço em Brazlândia, o histórico de violência na rede pública não escolhe cidade. Nessa segunda-feira (15), um aluno, de 17 anos foi esfaqueado em uma escola do Itapoã. Em junho, o diretor da única escola do Lago Oeste foi assassinado por ex-alunos que traficavam drogas nas imediações.

Em maio, um professor de Ceilândia apanhou tanto de um aluno que chegou inconsciente ao Hospital de Base. Para evitar casos como esses, o Ministério Público indica uma saída: “o esporte, o lazer, a cultura. Não só quem faz parte da escola, como alunos, professores e funcionários. Mas a própria comunidade que pode utilizar o espaço público da escola para cuidar melhor dela, se sentir integrado. Assim, a escola será melhor cuidada”, acredita o promotor de Justiça Rubin Lemos.



Veja o vídeo:

CorreioWeb / Tv Brasília


Fonte: Rede Globo aqui e aqui e Jornal Local de 17/12/08

Dificuldades nos hospitais do DF

Paciente deitado no banco da recepção, horas de espera e sem previsão de atendimento. Assim funciona o Hospital Regional de Ceilândia (HRC). “Há mais de meia hora não tem atendimento nenhum. Nem para o idoso, nem para o pessoal que está aqui desde às 5h”, conta a dona-de-casa Maria Alice Pinheiro. “A saúde do Distrito Federal está péssima mesmo viu?”, enfatiza uma senhora.

Desde domingo (14), Maria da Glória procura ajuda para a filha, que está com irritação na pele. O mesmo problema do pedreiro Dioclides da Silva. “Eles falam que não tem médico e o pessoal está aí sofrendo. Eu também estou sofrendo porque cheguei aqui no hospital às 5h45 e até agora nada. É impossível uma coisa dessas”, diz.

No Hospital Regional de Taguatinga (HRT), os pacientes também não estão satisfeitos. O motorista Joaquim Almeida reclama que falta atendimento básico. “Sou deficiente de uma perna. Não posso nem usar o banheiro de deficiente, porque o guarda diz que é só pra funcionário. Quando eu fui ao banheiro novamente, o PM fez eu sair, mas o banheiro não era pra funcionário”, reclama.

Especialistas então é coisa rara. O serralheiro Antônio Alves da Silva precisa de cardiologista, mas vai ter de voltar para casa. “O pessoal custa vir atender a gente. Tem gente que passa mal com o coração quase parando e não tem quem venha atender a gente”, afirma Antônio.

E não adianta correr para o posto de saúde, como muitos são orientados, porque no posto da Praça do Bicalho os atendimentos serão feitos só daqui a dois meses. Sem contar a falta de remédios. “A autônoma Antônia Rocha Faria sabe bem o que isso significa. Está a dois meses em busca de medicamento para diabetes.

“Para eu tomar meu medicamento minha filha teve que comprar uma caixa pra mim, pois estou sem condições de pagar”, diz Antônia.

No Hospital de Samambaia, a principal dificuldade é para fazer exames. Eletrocardiograma, por exemplo, não é possível por falta de equipamento. E mesmo em situações mais simples, como coleta de sangue, é preciso paciência, porque no laboratório do hospital são apenas dois técnicos por turno.

“Ainda vão pedir encaminhamento para o Hospital Regional de Taguatinga, sendo que já tem gente que veio de lá pra cá pra ser atendido. Não sei o que vai ser de mim, porque a todo momento meu coração dispara, fico pálida. Estou tentando manter a calma, mas estou vendo que a qualquer hora eu posso até morrer sem atendimento descente, adequado”, desabafa a cabeleireira Rosa de Souza.

Também é difícil marcar cirurgias no Hospital de Samambaia. “Estou com meu filho aqui. Ele está deitado, esperando por um exame de sangue, que já foi pedido não sei quantas vezes. Meu filho esperou quatro dias para ser operado neste hospital”, relata a comerciária Francisca de Araújo.

O Secretário Adjunto de Saúde, Florêncio Cavalcante Neto, disse que estão sendo nomeados esta semana médicos para o Hospital da Ceilândia. A falta de cardiologista no Hospital de Taguatinga foi um problema eventual, de acordo com a secretaria. No Hospital de Samambaia, estão sendo comprados equipamentos de eletrocardiograma, raio-x e tomógrafo. E o remédio para diabetes que faltava nos centros de saúde foi reposto.

O orçamento aprovado pelos deputados distritais reduziu em R$ 300 milhões os gastos com a saúde para 2009. O fundo constitucional do Distrito Federal tem R$ 2,11 bilhões para dividir entre educação, saúde e segurança.


Fonte: Rede Globo aqui e aqui

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Imagem: Festa dos quadrinhos

A Oficina de Quadrinhos terminou suas atividades de 2008 em grande estilo no Centro Cultural de Ceilândia, no último sábado (13/12/08). Além dos desenhos, os participantes tiveram premiações, atividades culturais e entrega de certificados do curso.


Em 2009 muitas outras novidades são esperadas.












Fonte de imagens: Dih Teixeira

E agora, Ceilândia?!

Quem será a mais bela representante de nossa cidade?

Vinte e uma candidatas participam do desfile que definirá a mulher mais bonita de Ceilândia. Cada uma representará um setor da cidade e é esperado um grande espetáculo do Centro de Atividades do SESC Ceilândia.


O Miss Ceilândia 2009 acontece nesta quarta-feira (17/12/08) as 20h, no SESC Ceilândia (QNN 27, lote B, Ceilândia Norte).

Seleção preparada para a disputa

As seleções de Brasil e Cuba desembarcaram em Brasília nesta terça-feira para o Desafio Petrobras de Handebol Masculino e Feminino. A equipe masculina estréia na quinta-feira, às 20 horas, e depois volta às quadras no sábado, às 15h30min, com transmissão ao vivo da ESPN Brasil.

Já o time feminino joga na sexta-feira, às 20 horas, e no sábado às 17h30min. Todos as partidas serão realizadas, no SESC Ceilândia (DF).

O torneio internacional visa a preparação da Seleção Masculina para o Campeonato Mundial, que acontecerá de 16 de janeiro a 1º de fevereiro, na Croácia e, no feminino, marca o encerramento das atividades em 2008.

"As nossas expectativas são muito boas e esperamos fechar bem o ano de 2008. O time de Cuba é forte fisicamente, mas temos um retrospecto muito positivo contra elas, sempre com vitórias nos últimos confrontos, e queremos manter esse bom desempenho" - comentou a técnica Marisa Lofredo, que está no comando da Seleção Brasileira Feminina após a saída do espanhol Juan Oliver.

Marisa afirma que esses duelos serão literalmente um desafio.

"A convocação foi feita de acordo com o que observamos em várias competições como Liga Nacional, Jogos Abertos, Copa Ouro e também aproveitamos algumas jogadoras que foram bem na Seleção Júnior. É um grupo heterogêneo que nunca treinou junto e vamos ter um grande desafio pela frente. Mas, por outro lado, estamos confiantes, pois temos muitos valores individuais", explicou.

Nesta quarta, às 11 horas, a Seleção Masculina fará uma visita ao CID (Centro de Iniciação Desportiva), localizado no setor P Sul, em Ceilândia, onde aproximadamente 100 crianças carentes praticam o handebol.

O objetivo dessa ação social é incentivar ainda mais a prática da modalidade na região e realizar o sonho das crianças.



Fonte: Final Sports e SESC-DF

Problemas e respostas

A Rede Record mostrou duas reportagens interessantes.



Na primeira, o vilão - o lixo - toma conta do lugar.
Próximo a Escola Classe 56 da Expansão do Setor "O", entulhos e mais entulhos são jogados na área e a população reclama. Uma moradora chegou a dizer que todos estavam jogados a Deus Dará.
O administrador de Ceilândia se defendeu atacando a falta de consciência dos próprios moradores que jogam lixo na região.



No caso, o trabalho deve ser em conjunto: comunidade e governo. Um na conscientização de não se jogar lixo na rua, além de denunciar possíveis infratores; e o outro no de recolher o lixo, fiscalizar e multar infratores.




Na segunda reportagem, a emissora destacou a avaliação positiva da comunidade referente a instalação dos postos comunitários da Polícia Militar. Segundo os próprios moradores, a sensação de segurança aumentou depois da construção dos postos. A própria polícia pode confirmar isto com números positivos na redução da criminalidade nas regiões que circundam dos postos.

Fonte: Rede Record de 16/12/08

Lan houses por todo lado

A tentação de deixar as aulas e se aventurar em games online em lan houses é grande para muitos alunos do Distrito Federal. Um levantamento feito pela Secretaria de Educação do DF identificou 120 lan houses em um perímetro de até 100 metros de instituições de ensino fundamental e médio do DF. O levantamento foi feito após pedido do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

Segundo o subsecretário de Desenvolvimento do Sistema de Ensino da Secretaria de Educação, Atílio Mazzoleni, o número é muito maior do que os dados preliminares, que indicavam 50 lan houses em todo o DF. De acordo com Mazzoleni o motivo é que esse segundo levantamento foi feito com o Batalhão Escolar da PM, o que ajudou a verificar a existência desses estabelecimentos em locais escondidos. “Descobrimos lan houses dentro de casas, mercearias e até salão de beleza”, revelou o subsecretário.

A cidade onde mais foram constatadas lan houses nas proximidades de centros de ensino foi Ceilândi,a com 34. A seguir vem o Núcleo Bandeirante, com 22, e Samambaia, com 16 casas. Brazlândia e Guará foram as regiões onde foram encontradas menos casas para jogos a menos de 100 metros de escolas, duas em cada.

De acordo com o promotor da Promotoria de Justiça de Defesa da Infância e Juventude (PDIJ), Renato Varalda, os nomes de todos os estabelecimentos serão encaminhados para a Defesa da Ordem Urbanística, que verificará a existência de alvará de funcionamento e, caso o alvará exista e o estabelecimento fique a menos de 100 metros de uma escola, a promotoria solicitará à administração regional a suspensão do alvará e a interdição do local. “A intenção é que todos esses estabelecimentos sejam fechados”, explicou Varalda.

Segundo o promotor, todos os estabelecimentos funcionam de forma irregular já que a Lei Distrital 3.686/05 proíbe a instalação e o funcionamento de equipamentos eletrônicos destinados a lazer e jogos num raio de 100 metros de distância das instituições de ensino fundamental e médio.

É importante que professores e direção das escolas participem do combate a essas casas de jogos, que para ele incentivam a evasão escolar e contribuem para a violência. O caso que motivou o pedido do Ministério Público foi uma tentativa de homicídio quando um adolescente disparou com arma de fogo contra uma pessoa no interior de uma lan house em Taguatinga.



Fonte: Correio Braziliense

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Desafio Petrobras de handebol

A Seleção Brasileira se reunirá entre 16 e 21 de dezembro, no Sesc Ceilândia, no Distrito Federal, para o Desafio Petrobras de Handebol Masculino. O adversário será Cuba e o torneio visa a preparação para o Campeonato Mundial, que acontecerá de 16 de janeiro a 1º de fevereiro, na Croácia.

Com a saída do espanhol Jordi Ribera, o técnico Washington Nunes, que era assistente-técnico, assumiu o comando da Seleção Brasileira.

"O nosso objetivo nesse Desafio é fazer um resgate do trabalho coletivo e colocar essa nova geração em atividade para chegarmos bem no Mundial. Cuba mostrou a sua força no Pan-Americano em São Carlos, quando perdeu a semifinal para a Argentina por apenas um gol e sabemos que será um adversário difícil. Mas esses jogos serão muito importantes para a nossa preparação", disse Nunes.

O treinador que comandará a Seleção no Mundial comenta a convocação para esse Desafio.

"Os jogadores que atuam no exterior como Borges, Bruno Souza e Maik ainda têm compromissos com os seus clubes e não poderão participar do Desafio. Já, alguns atletas que disputaram as Olimpíadas, como por exemplo, o Tupan, Zeba, Gui e Bruno Santana, estão machucados. Mas a maioria dos atletas que estão nesse grupo, como o Ales, Diógenes, Didier, Japa e Uelington, já participaram do ciclo olímpico e estão bem adaptados a Seleção. As novidades são o Diogo, Júlio, Jorge, Ednaldo e Jaime, que fizeram uma ótima Liga Nacional e terão a sua oportunidade. É um grupo forte e de muita qualidade", comentou o treinador.

O Desafio Petrobras também marcará a despedida dos jogadores Helinho e José Ronaldo do Nascimento, o SB, da Seleção Brasileira.

"Já tinha me despedido da Seleção nas Olimpíadas de Pequim e agora que recebi essa convocação fiquei surpreso e muito contente com essa homenagem. Fico feliz pela iniciativa da CBHb e pelo reconhecimento do nosso trabalho, já que foram muitos anos de dedicação ao handebol e a Seleção Brasileira", disse o capitão Helinho, de 36 anos, que defende o Brasil desde 1990 e já participou de Jogos Olímpicos, Pan-Americanos, campeonatos mundiais, entre outros.

"Fiquei na Seleção durante 18 anos e sempre foi um orgulho representar o meu país. Sou da época em que jogávamos por amor, praticamente sem remuneração e, mesmo assim, sou muito feliz. Espero que essa nova geração evolua tecnicamente, mas mantenha esse espírito e perceba o grande valor de simplesmente vestir a camisa do Brasil. Também saio tranqüilo, pois estamos muito bem representados na minha posição. Tanto o Borges, quanto o Didier são jogadores jovens e de muita qualidade", disse o ponta-esquerda.

Após a aposentadoria, o jogador quer se dedicar mais ao seu clube, o São Caetano e a categoria juvenil da Metodista, onde é treinador.

"Quero me dedicar mais ao São Caetano, já que nos últimos anos me dividia bastante entre o clube e a Seleção. E também quero ter mais tempo para a minha categoria. Nesse ano fomos campeões no paulista, mas quero trabalhar mais com esses garotos", finalizou.



Fonte: Final Sports