quarta-feira, 30 de março de 2011

Faltará água em grande parte de Ceilândia

A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) comunica que irá faltar água nesta sexta-feira (1°/4) das 8h às 17h nas seguinte localidades: Ceilândia, todo o Setor Guariroba, quadras QNN 02 a QNN 40, Setor P Sul, quadras da QNP 10 a QNP 36, Setor ADE. Todo o Setor Habitacional Por do Sol e Sol Nascente, além do Setor P Norte, quadras da QNP 05 a QNP 27, abrangendo também as entrequadras e áreas especiais.

A assessoria de imprensa da Companhia informa que a falta de água acontecerá para melhorar o Sistema de abastecimento nas localidades. Para mais informações ligue no número 115.



Fonte: Correio Braziliense

terça-feira, 29 de março de 2011

Estudantes da Unb fazem protesto

Mais de 400 alunos da Universidade de Brasília (UnB) em Ceilândia definiram em assembleia na tarde desta terça-feira (29/3) que não vão aderir à greve em apoio aos estudantes da UnB Gama. Na última segunda-feira, a paralisação foi aprovada no Gama em manifesto contra o atraso da construção e entrega do câmpus definitivo da universidade. Desde 2008, a UnB Gama e Ceilândia têm suas aulas ministradas em unidades improvisadas.

Os alunos que estavam presentes na assembleia de Ceilândia, encerrada às 16h, decidiram continuar os protestos, mesmo sem a greve. Amanhã, às 10h, vão fazer uma manifestação em frente ao centro administrativo do GDF, o Buriti, junto com os estudantes do câmpus do Gama. Eles também se reúniram hoje em frente ao Centro de Ensino Médio 4 de Ceilândia (onde as aulas são ministradas hoje), de onde sairam em passeata.

A manifestação seguiu pelas ruas até a rodoviária de Taguatinga. A pista de acesso ao novo câmpus foi fechada pelos estudantes com uma faixa: “O prazo foi dado mas não foi cumprido. Queremos nosso prazo construído.” A Polícia Militar tentou impedir o acesso dos estudantes, que seguiam pelas vias de acesso em direção a Taguatinga.

“Mesmo com a greve tendo sido desconsiderada, ainda nos sentimos desrespeitados com as consecutivas demoras e desculpas que recebemos para justificar a não entrega de nosso prédio definitivo”, afirma Pâmela Veloso, aluna do curso de enfermagem e integrante do Diretório Central de Estudantes (DCE) da UnB.

Os estudantes reclamam da falta de espaço onde as turmas estão inseridas e temem por mais atrasos. “Um novo semestre, com a recepção de novos calouros, será impossível”, diz a estudante. Entre as reivindicações, os alunos dos cursos de saúde ofertados pela UnB Ceilândia destacam a falta de laboratórios e espaço para oferta de matérias obrigatórias e optativas.

As obras dos prédios definitivos da UnB no Gama e em Ceilândia estão previstas para terminarem só na segunda quinzena de abril. A previsão de entrega já foi adiada várias vezes e soma um atraso de quase dois anos.


Fonte: Correio Braziliense e ClicaBrasília

Imagem: Protesto Pró-Tombamento

A manifestação ocorreu no último domingo, 27 de março, aniversário da cidade, em frente a Caixa d'Água de Ceilândia, em Ceilândia Centro. Os manifestantes, de populares a representantes culturais, pedem o tombamento do principal cartão postal da cidade - a Caixa d'Água.


Lei Seca contra a violência

Em duas semanas, bares e restaurantes do Distrito Federal terão hora para fechar as portas. Assim como em algumas cidades brasileiras e do mundo (leia Para saber mais), a partir de abril entrará em vigor a lei seca para os estabelecimentos comerciais de bebidas alcoólicas. E os locais onde for constatado risco iminente de violência serão fechados definitivamente pela polícia. A medida é uma das estratégias da Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF) para conter o alto índice de criminalidade na capital e vem acompanhada de outras ações, entre elas a Operação Dias Melhores, em execução em oito pontos do DF.


O governo está concluindo os estudos para fixar horários de funcionamento dos bares. Dependendo do local, o fim do expediente pode ter horário diferenciado. Mas já ficou definido que a presença de menores ingerindo ou sob efeito de bebidas alcoólicas ou entorpecentes; de pessoas armadas ilegalmente; e a exploração da prostituição são alguns indícios de “iminente ocorrência de violência” que podem levar ao fechamento definitivo do estabelecimento. Isso também ocorrerá se as estatísticas da polícia revelarem um alto índice de crimes na região onde está localizado o bar e houver relação com a atividade comercial.


Em entrevista exclusiva ao Correio, o subsecretário de Operações de Segurança Pública, coronel Jooziel de Melo Freire, afirmou que a lei seca dos bares é um dos instrumentos importantes para combater o que ele chama de Crimes Violentos Letais Intencionais. Questionado sobre a legalidade da limitação de horário de funcionamento na iniciativa privada e possíveis reclamações sob o argumento de que a medida cerceia o direito de ir vir, o coronel Jooziel afirmou que “o direito à vida é primazia, vem antes do direito de ir e vir e de o cidadão sustentar a família com essa atividade que coloca a comunidade em risco”.


De acordo com o coronel Jooziel, as Polícias Civil e Militar ficarão responsáveis por fiscalizar se os donos dos bares estão cumprindo o horário de funcionamento. “Vamos discutir com os comerciantes a hora ideal de fechar as portas. Não é nossa intenção provocar prejuízo e atrapalhar o comércio. Mas pode ser que cheguemos à conclusão que é melhor fechar à meia-noite, por exemplo”, disse. De modo geral, os bares do Plano Piloto já encerram o expediente até as 2h.


Desde 2007, a Secretaria de Segurança Pública tem autorização do governo para fechar estabelecimentos sempre que constatar o risco de violência no local, mas a norma será modificada. Pelas regras da Portaria nº 39/2007, os bares e restaurantes que forem lacrados poderão voltar a funcionar assim que as autoridades de segurança verificarem que não há mais perigo.





A lei seca dos bares é uma das ferramentas para reduzir os crimes violentos no DF. Ações de combate ao uso e ao tráfico de drogas e as operações integradas entre as polícias e outros órgãos do governo são a outra frente de trabalho. A Subsecretaria de Operações de Segurança Pública (Sosp) fez um relatório com cenas de consumo e tráfico de crack. Além de fotos, o documento contém estatísticas de crimes nas áreas críticas e situações que favorecem a ação dos bandidos, como ausência de iluminação e mato alto. O passo seguinte é esmiuçar os problemas de cada uma das 30 regiões administrativas e promover a ocupação da área pelos órgãos do Estado. Isso se dará por meio da Operação Dias Melhores.


Segundo o coronel Jooziel, essa operação já está implantada no Plano Piloto, em Taguatinga, no Gama, em Santa Maria, no Paranoá, no Itapoã e em São Sebastião. Nas próximas semanas, o mesmo ocorrerá em Samambaia, Ceilândia e Planaltina.


De acordo com o coronel Jooziel, a Operação Dias Melhores promoveu queda considerável dos homicídios em Taguatinga. Recentemente, a Secretaria de Segurança Pública identificou pelo menos 50 usuários de drogas na Galeria Nova Ouvidor, na área central de Brasília. “Colocamos policiamento na área e estamos revitalizando o local. Fizemos contato com a Secretaria de Cultura para que o espaço seja usado para exposições e apresentações musicais”, citou.



Representação contra rede de combustíveis

O deputado distrital Chico Vigilante (PT) entrou, na última sexta-feira (25/3), com uma representação na Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público do Distrito Federal e Território (MPDFT) contra a Rede de Postos de Combustíveis (Gasol e Gasoline) e o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes (Sinpetro).

O parlamentar, que é presidente da Comissão de Defesa do Consumidor na Câmara Legislativa, ressalta a necessidade de que haja medidas judiciais e extrajudiciais que limitem a margem de lucro das das Redes de Postos para que os aumentos consecutivos não continuem.

Um ofício foi encaminhado ainda para a presidente Dilma Rousseff e ao Ministério da Justiça. Segundo o parlamentar, somente medidas regulatórias e fiscalizatórias, que visem controlar os preços em cada fase do processo de produção, distribuição e revenda, pode-se coibir os altos preços cobrados.



Fonte: Correio Braziliense

Parceiro do DF

Na próxima segunda-feira, dia 28/03, o ‘DFTV’ lança a campanha ‘Parceiro do DF’, que vai selecionar jovens interessados em trazer um novo olhar sobre a cidade para o telejornal. Em uma parceria inédita com o telespectador, o novo quadro vai mostrar a realidade de 6 regiões do Distrito Federal pela mão, voz e olhar de seus moradores. Os novos parceiros vão usar sua própria linguagem para contar histórias das regiões onde vivem, levando seu ponto de vista para todos os moradores do DF.

As inscrições vão de 28/03 a 02 de abril e serão feitas através do site (g1.com.br/dftv). Os candidatos devem ser maiores de 18 anos, ter o ensino médio completo e morar em uma das 6 regiões selecionadas para começar o projeto. São elas: Ceilândia, Taguatinga, Planaltina, Gama, Samambaia, Brasilia (Plano Piloto) .

Até o dia 25 de maio, serão selecionadas 12 pessoas, uma dupla por região. Todos receberão treinamento técnico para o manuseio da câmera, que será oferecida pela TV Globo, e participarão de palestras e oficinas com profissionais do jornalismo da Globo. As duplas terão liberdade para trazer suas sugestões de pauta e suas matérias. “O projeto Parceiros tem por objetivo trazer para o telespectador a realidade das diferentes comunidades, pelo olhar de seus próprios moradores, sem mediação. Por mais que a reportagem se esforce para retratar essas comunidades nos nossos telejornais, esse foco está inevitavelmente influenciado pelas impressões deixadas no visitante. Os parceiros são a própria realidade, com seus valores, sua linguagem e seus hábitos. Não será preciso traduzir os fatos capturados por eles. Eles são parte desses fatos.” explica Silvia Faria, diretora regional de jornalismo da TV Globo – Brasília.

O ‘Parceiros do DF’ deve reforçar a ligação entre as regiões administrativas, a comunidade e o DFTV, além de enriquecer a cobertura no Distrito Federal. A TV Globo espera conseguir alcançar a essência das comunidades representadas. E aprender com elas um novo modo de retratar sua realidade.


Central Globo de Comunicação Brasília, 23 de março de 2011



Fonte: Max Muniz, por e-mail

segunda-feira, 28 de março de 2011

Ceilândia 40 anos - Foi notícia

Jornal de Brasília - Foi o jornal que trouxe mais conteúdo falando sobre a cidade. Exibiram um especial contendo 12 páginas mostrando a cultura, personalidades e curiosidades da região.

Na Hora H! - Trouxe informações sobre o desfile cívico e sobre o pedido de tombamento da Caixa d'Água.*

Aqui DF - Mostrou uma carta de homenagem redigida por um morador da cidade.

Jornal Coletivo - Destacou o crescimento da cidade e o número total de habitantes.

Jornal Ceilandense - Trouxe depoimentos de moradores e imagens de todos os administradores da cidade.

Ceilândia Notícias - Trouxe depoimento do presidento do jornal, José Eudes, e estampou fotos da festa.

Nosso Bairro - Mostrou Ceilândia reduto de nordestinos e a grande valorização imobiliária e comercial da cidade.

Ceilândia.com - Deu destaque a notícia de pedido de tombamento da Caixa d'Água de Ceilândia, pedido exposto anteriormente em matéria publicada pelo portal.

Portal de Ceilândia - Participou da cobertura de eventos ceilandenses

Rede Globo - Exibiu matérias sobre a história da cidade durante a última semana. Também foi parceira do Sesc-DF na realização de evento na cidade.

Rede Record - Participou de cobertura da tradicional Corrida do Coração e destacou a festa na região.

SBT - Destacou as opções de eventos de aniversário da região na última sexta-feira.



* O jornal "Na Hora H!" circula de segunda a sexta-feira.

domingo, 27 de março de 2011

Não gosto de Ceilândia!

- Por que não gostas de Ceilândia?


- A cidade é suja.
- Tente limpá-la ou mantê-la limpa. Denuncie as infrações.


- Não há diversão.
- E nossas feiras, praças, quadras, esquinas, Ceilambódromo, comércio, e tudo mais?!


- Não há amizade.
- Visite o seu vizinho, cumprimente as pessoas, seja simpático também. Crie.


- Não há respeito.
- Faça a sua parte, que faço a minha e tentaremos mudar esta situação. Tudo começa pela educação.


- As pessoas são mal encaradas.
- É o cansaço do dia-a-dia, do trabalho. No fundo é gente boa, gente feliz. Puxe a cadeira e bata um papo que a gente é acolhedora.


- A violência impera.
- Faça a paz. A mobilização muda tudo.


- Vivo enjaulado.
- Pratique um esporte! Torça no Abadião. Faça uma caminhada e respire um ar puro. Saia dessa! Desestressa!


- São iletrados.
- Tanto aprendemos com os mais velhos. Visite também a biblioteca, o Museu da Memória Viva, a Academia Ceilandense de Letras. Veja um pouco de história no Museu da Limpeza.


- Os poderes não agem.
- Faça valer o nosso direito ao voto. Cobre, faça denúncias e se manifeste.


- Não há marcos.
- Marque aê: Caixa d’Água, Casa do Cantador. É Descoberto!


- É! Confesso: Acho que ainda não aprendi a gostar de Ceilândia por talvez não conhecê-la como realmente é...
- E o que está esperando para começar?! Mudar. Motivos não hão de faltar para você verdadeiramente amar esta cidade!



Parabéns, Ceilândia!!!

sábado, 26 de março de 2011

Ceilândia ganhará Cinema Público

No ano em que completa 40 anos, Ceilândia vai ganhar as primeiras salas de cinema. Essa é a expectativa da administração regional que garante a retomada dos projetos originais do Centro Cultural, com a inclusão de um cinema público, e o lançamento da pedra fundamental, em abril, do primeiro shopping da região.

A cidade, com a maior população do Distrito Federal, é considerada um reduto cultural. A mistura decorrente da migração de pessoas de diversas regiões do Brasil, fez com que o local se destacasse nos movimentos artísticos, transformando-se em cenário para a produção de curta-metragens como Rap, o Canto de Ceilândia, vencedor de melhor curta de 35mm do 35º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.



Fonte: ClicaBrasília

quinta-feira, 24 de março de 2011

Disponibilidade para mudanças

Quando ainda morava em Palmas (TO), a vida do lanterneiro Manoel Carvalho de Amorim foi dividida em dois capítulos: antes e depois do crack. Ele era dono de uma oficina que ficava ao lado de uma boca de fumo. “Um dia tive curiosidade de conhecer e o que normalmente acontece é que uma vez é suficiente [para viciar]”, lembra.

Cinco anos foram suficientes para que Manoel perdesse tudo o que tinha para a droga. “Entrei no crack e, dentro de cinco anos, eu fumei a oficina toda! A oficina e os dois carrinhos que tinha viraram tudo fumaça. Cheguei a vender o padrão da energia de casa para comprar droga”, conta.

Sem ter mais o que perder, ele decidiu tentar escrever outro capítulo em sua vida, o da recuperação. “Nós não nascemos para fumar droga. A droga destruiu, mas, graças a Deus. eu quis mudar de vida. Eu não quis fazer parte desse time de escravos.”

Manoel se mudou para Brasília e hoje é um dos alunos do grupo Força para Vencer, um projeto criado há 22 anos por um pastor evangélico onde usuários de drogas eles reaprendem a viver. As famílias doam o que podem e o que não falta é a certeza de que cada um que pede ajuda merece ser ajudado.

“Todos têm salvação, só depende do querer dele, da força dele. É grandioso, é precioso ver uma vida recuperada. É assim um como um prêmio, uma satisfação”, afirma a pastora Vanécia Gomes de Oliveira.

No Centro Educacional 24 de Ceilândia, os estudantes aguardam com ansiedade a chegada dos cantores de rap da cidade. “Nós falamos do dia a dia deles, da realidade deles. Da realidade do pai desempregado há oito meses, que não consegue arrumar um emprego porque não tem grau de escolaridade. Excluído do sistema, ele acaba se afogando num copo de cachaça. O rap é muito forte, mas o governo faz vista grossa, não valoriza. Se tivesse ouvido o pessoal do hop hop há 20 anos atrás, quando falávamos do crack, hoje não estava a cracolândia lá na Ceilândia, porque tinham tomado uma providência”, destaca o rapper Marquim do Tropa.

Foi na periferia novaiorquina nos anos 70 que o break ganhou as calçadas. Hoje, a dança da periferia usa a Praça do Cidadão em Ceilândia como palco. “Historicamente, a gente sempre falava que queria tirar o jovem da rua, mas a gente nunca conseguiu, porque a rua é o espaço natural das comunidades, inclusive de Ceilândia. A gente resolveu em vez de tirar o menino da rua, ocupar essa rua e transformar esse espaço num espaço saudável”, explica o coordenador da Central Única de Favelas (Cufa), Max Maciel.

Os resultados estão nos rostos e na língua dos jovens da cidade. “A gente melhor do que treinar lá dentro, isolado, sendo que ninguém está vendo a nossa cultura. Aqui fora é melhor para as pessoas olharem e perderem um pouco do preconceito”, conta Emerson de Oliveira Cardoso, de 16 anos, do Grupo DF Zulu.

Em Ceilândia Norte, as portas do projeto Sou da Paz, Não Curto Violência foram abertas à comunidade depois de uma tragédia na vida do professor de caratê Severino da Silva. “Meu irmão caçula faleceu de uma overdose em 1991. O pulmão dele não aguentou e explodiu, foi morte instantânea”, relata.

Faixa preta, Severino se apoiou nos fundamentos das artes marciais para golpear o efeito das drogas e para tentar salvar o maior número possível de jovens da comunidade dele. O projeto começou há 11 anos, com apenas dois alunos. Hoje ele já treinou mais de mil. “O esporte incentiva o jovem já de criança a praticar e a pessoa com o tempo vai criando disciplina, respeito pelo próximo”, avalia Carlos Alberto de Melo, de 23 anos.

O espaço é cedido pelo governo, mas o prédio é velho. A luz foi cortada há um ano. Mesmo assim, Severino não desiste. E é fácil entender a motivação dele. “Tem um amigo meu que começou assim: ele na escola queria ser popular, começou a ser envolver com as pessoas erradas, começou a se envolver com drogas, começou a vender, arrumou briga com gangue.Teve que acabar saindo do DF, porque se ele ficasse aqui ele ia ser morto. Talvez se houvesse mais projetos aqui em Ceilândia nas escolas, nos locais públicos, talvez a gente conseguisse salvar muitas pessoas”, opina Maria Aparecida da Costa de 16 anos.



Fonte: Rede Globo

Testes gratuitos

Testes de saúde gratuitos e distribuição de brindes serão oferecidos pelo laboratório Pasteur no próximo domingo.


O Pasteur Medicina Diagnóstica/DASA participa das comemorações de 40 anos de Ceilândia. A partir das 8h de domingo, 27 de março, os moradores da cidade poderão realizar gratuitamente testes de glicemia capilar e aferição de pressão arterial.

O laboratório móvel do Pasteur estará estacionado atrás da Administração Regional de Ceilândia. O evento será realizado, das 8h às 12h, com apoio do Corpo de Bombeiros do DF. Além disso, haverá ainda a distribuição de brindes no local.

A Administração de Ceilândia fica localizada na QNM 13, Área Especial - Ceilândia Sul.



Fonte: Hulda Rode, por e-mail.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Imagem: Ceilândia ganhará seu primeiro shopping

Em entrevista ao site Portal de Ceilândia, o atual administrador da cidade, Ari de Almeida, afirmou que será erguido o primeiro shopping center da cidade. A localização será entre o hipermercado Extra e o Shopping Popular da região, em Ceilândia Sul. Veja trecho da entrevista:

"...o Shopping de Ceilândia previsto para junho de 2012, será entre o Extra e o Shopping Popular. E adianto que não será um “Top Mall” será um grande shopping, do tamanho da demanda de Ceilândia."




Fonte: Portal de Ceilândia e fórum Skyscrapercity

A história da cidade em casa

Até onde vai o amor por Ceilândia? Até onde vai a dedicação para resgatar a história? Até onde vai a vontade de manter viva a memória da cidade? O professor de história Manoel Jeam luta para preservar a história das pessoas que ajudaram na construção de Brasília. “Mais de 60 mil pessoas que construíram a capital em menos de três anos também estão falecendo, morrendo nesse esquecimento. Então eu fui fazer história por conta dessa mágoa que eu tinha do tratamento que Brasília deu aos seus construtores”, conta.

A mágoa de Manoel também pode ser vista como amor. Ele é um garimpeiro de fragmentos, de peças, retalhos. Tudo o que possa ajudar a contar a história da cidade. “Essa aqui é uma mesa de exposição do nosso Museu da Memória Viva que traz o primeiro mapa de Ceilândia, que tinha uma forma de barril. As pessoas preconceituosas chamavam de barril de pólvora, porque a população de Ceilândia era uma população violenta”, conta Manoel.

O empresário Antônio Ferreira de Almeida investe há 17 anos na cidade. As panelas fabricadas em solo ceilandense estão nas cozinhas do Brasil inteiro - e em cozinhas europeias também. “Eu tenho orgulho de fazer parte da história dessa cidade. Eu acredito em Ceilândia, não deixo de investir e não vou mudar daqui porque eu adoro Ceilândia”, afirma o empresário.


Os discos de alumínio que viram panelas em minutos fazem parte das 12 mil peças produzidas por mês. Todo o sistema de produção foi criado por Antônio, que só conheceu energia elétrica aos 14 anos. Da perseverança deste homem que não sabe desenhar, mas que sonha com as panelas que quer fazer.

O cordelista Joaquim Bezerra da Nóbrega nasceu na Paraíba mas adotou Ceilândia em seu coração e também foi adotado pela cidade. “Aqui eu conto uma história, há muito anos passada, de um povo que tivera o seu destino traçado, de construir uma cidade de terreno abandonado. Ceilândia, te vi nascer! Acompanhei teu progresso. Para te ver progredir mais, isso pra Deus sempre eu peço. Ceilândia, és meu o lar pra onde sempre eu regresso”, rima.

A biblioteca pública de Ceilândia sedia o programa DF Digital, que oferece 48 cursos de informática gratuitamente. Os cursos são voltados para maiores de 12 anos. Hoje a biblioteca recebe o Ceilândia em Cartaz, homenagem a 40 ceilandenses que fizeram história.



Fonte: Rede Globo

Área de supermercado deverá ser desocupada

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) negou o pedido de suspensão da reintegração de posse de uma área ocupada pelo supermercado Tatico ao Governo do DF. O estabelecimento pede para continuar tendo o direito de uso do terreno até o fim do julgamento da medida cautelar, mas, conforme ficou decidido pelo juiz da 1ª Vara de Fazenda Pública, a devolução da área, localizada entre os blocos 'G' e 'H' da CNN 01 de Ceilândia deverá ocorrer antes disso.

A defesa do Tatico pede, ainda, perícia para descrever detalhadamente o imóvel, as instalações, o estado em que se encontra, bem como o valor de mercado de toda a estrutura a ser demolida. Mas, de acordo com a decisão do juiz, "Não se admite, nem mesmo em tese, indenização de benfeitorias em área pública, especialmente quando se tratar de ocupante de má-fé, como no caso concreto".

Segundo informações da assessoria de imprensa do TJDFT, o magistrado destacou que a reintegração de posse foi proposta em 1990. O juiz relembrou que uma liminar para a devolução foi deferida no mesmo ano, em favor do DF.

O governo e a empresa entraram em acordo em 1997. À época, a rede de supermercados reconheceu que ocupava indevidamente uma área pública. O estabelecimento se comprometeu a desocupar o terreno em 24 meses, tendo em vista o tempo que se leva para realizar a demolição, transporte do entulho e reformas posteriores para a adequação da estrutura. Assim, em 5 de outubro de 1998, o terreno já deveria ser entregue ao DF.





O advogado da rede Tatico, André Marques Cabral, argumenta que o terreno ocupado pelo supermercado em Ceilândia vem de um acordo com o GDF desde 1990, quando foi concedido o direito de uso à rede. "Nós sabemos que essa é uma área pública e nunca tivemos a intenção de tomá-la. Nós queremos apenas o direito ao uso desse terreno, como vem ocorrendo. A área pertence ao DF, mas nós adquirimos o direito de uso".

Sobre a decisão do juiz de não conceder uma possível indenização, o advogado diz que vai apelar, mas ainda é cauteloso ao prestar as informações sobre quais serão os procedimentos de agora em diante. "Ainda vamos analisar qual é o melhor meio a ser adotado para resolver a situação", acrescenta.



Fonte: Correio Braziliense

Expansão desordenada

Ceilândia cresceu de forma desordenada nos últimos 40 anos e, como já não pode crescer para os lados, agora está se expandindo para cima, com a construção de inúmeros prédios. A população oficial é de 350 mil pessoas, isso sem contar os moradores dos condomínios. A administração estimar que a população pode ser de até 600 mil pessoas.

A especulação imobiliária também chegou à cidade. Há seis anos, uma casa na área central com dois quartos, sala, cozinha e banheiro saía por R$ 60 mil. Hoje, um imóvel semelhante não sai por menos de R$ 280 mil. “Normalmente é o cliente que vendeu um imóvel mais caro e quer dividir aquele valor por dois. Ele vem aqui, compra a sua residência e consegue comprar mais uma. Para que tenha algum rendimento, vai conseguir algum lucro naquilo, tanto na valorização que é emergente, quanto para sua renda aumentar”, explica o corretor de imóveis Peron Meireles.

Segundo pesquisa feita pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), 46,1% dos domicílios em Ceilândia são próprios e já foram quitados; 4,3% é próprio e está sendo pago; 22,6% dos domicílios são alugados e 18,5% das casas estão em terrenos não legalizados.

O Condomínio Sol Nascente é um dos exemplos de área que ainda não foi regularizada. A dona de casa Seijane Neis Venâncio foi uma das primeiras a chegar, em 2004 e conta que a região estava tomada por vegetação. A família de Seijane fugiu do aluguel caro, que normalmente leva a culpa para o inchaço de onde não se deveria morar. Os grileiros mediam a compra de imóveis ilegais e o governo fecha os olhos.

Os condomínios irregulares acabam se tornando uma opção, mas não oferecem infraestrutura ou garantias. O cobrador Francisco Carlos Mendes se arriscou e comprou um imóvel em área não regularizada. “Tudo para sair do aluguel. O que a pessoa não faz?”, explica.

A supervalorização imobiliária também chegou ao Condomínio Sol Nascente. “Nós compramos esse lote por R$ 10 mil. Uma semana depois, já estava R$ 12 mil. Depois R$ 13 mil. Foi para R$ 15 mil. O preço foi correndo assim de um dia para o outro. Hoje um lote aqui está custando de R$ 40 mil a R$ 50 mil. Uma casa sai por R$ 150 mil, dependendo da estrutura”, conta Carlos Mendes.

Na Guariroba, a pressão do mercado imobiliário também está presente. A aposentada Zeli Santos da Silveira aluga há 18 anos uma casa construída nos fundos de seu imóvel. “Como eu tenho doença crônica, eu precisava de um plano de saúde, só que nós não tínhamos condições de pagar. A gente resolveu fazer um barraco de aluguel. É a minha fonte de renda”, explica.

A dona de casa Karla Gomes, que aluga o barraco nos fundos da casa de Zeli, afirma que o aluguel barato justifica a escolha. “Meus planos era morar mais para cima, porque a gente era acostumado a morar mais ali na via leste, que tem mais comércio. Só que a gente andou muito e não achou. Aqui no P Sul vai ficando mais barato o aluguel”, conta.



Fonte: Rede Globo

segunda-feira, 21 de março de 2011

O Nordeste é aqui!!!

Os corredores da Feira Central de Ceilândia ficam lotados nos fins de semanas. Caminhar por entre os 400 boxes é descobrir as origens do povo que fez a cidade crescer. E para encontrar essas raízes é só seguir os aromas dos pratos típicos mais consumidos pelos moradores. “Eu sou filho de piauiense com cearense. Meu pai começou aqui na feira no início. A gente foi crescendo junto, fui aprendendo. Depois ele saiu e eu fiquei aqui”, conta o feirante Francisco Pinho de Souza.

Aos 81 anos, o cantor de vaquejada Antônio Machado da Silva se sente mais perto da Paraíba quando passa na Feira de Ceilândia. “A terra da gente a gente não esquece nunca. Dá saudade, não dá?”, diz. O porteiro Francisco Brito vai sempre na feira e diz que lá é possível encontrar de tudo. “Toda coisa que você quiser aqui você encontra. De cheiro verde até mulher”, afirma bem humorado.

Dona da maior banda de temperos da feira, Laurita Pereira dos Santos, veio do Nordeste há 39 anos, quando Ceilândia mal tinha começado. “Era difícil demais, porque naquele tempo quase não tinha mulher e a gente nem podia botar a cabeça pra fora na rua. Era perigoso”, relembra.

O futebol também é uma atividade obrigatória na agenda de fim de semana dos ceilandenses. Dezenas de pessoas se reuniram ontem para assistir à semifinal do 19ª campeonato de futebol society da cidade. O torneio é divido em seis categorias e tem 127 times inscritos, num total de mais de 2,5 mil atletas. “Todo mundo vem para curtir, para participar, sem violência, sem guerra, sem nenhum problema! É um local de festa, de encontro, de celebrar o aniversário da cidade”, afirma o organizador do campeonato, João Cléber de Araújo.





Mais festa pelos 40 anos

O aniversário de 40 anos de Ceilândia será comemorado no dia 27, mas a cidade já está em clima de festa. A partir desta segunda-feira (21), a Rede Globo, em parceria com o Sesc, está promovendo diversas atividades de esporte, lazer e saúde no estacionamento da Feira Central.

O gerente do Sesc-Ceilândia, Edson Gil, destaca que os moradores poderão acompanhar palestras sobre tabagismo, obesidade e câncer de mama. Eles poderão também fazer uma avaliação física completa. Todas as atividades são gratuitas e serão realizadas entre as 9h e as 17h.



Fonte: Rede Globo aqui e aqui

Um museu diferente

A arte feita com sucata está exposta logo na entrada do Museu do Lixo, em Ceilândia. As esculturas feitas com peças que poderiam estar poluindo o meio ambiente. O foguete - uma referência a degradação do espaço - tem até um moedor de carnes em sua composição. E o jardim ganhou tamanduás, feitos principalmente com peças de carros.

Tudo que os funcionários do Serviço de Limpeza Urbana encontram de interessante pelas ruas levam para o museu, que foi fundado há 15 anos. As 300 peças que contam um pouco da evolução da cidade. “A gente separa a latinha, nos contêineres, a sucata em outros e assim o material que a gente vê que é reaproveitado, como essas peças antigas a gente traz para o museu”, explica o secretário da cooperativa dos catadores e recicladores de Ceilândia, Júlio Borges de Oliveira.

Nas prateleiras, é possível fazer um contraponto com o lixo moderno. Diferentes períodos da história estão retratados no museu, que tem desde modelos antigos de telefones públicos até televisores de tubo. O acervo ainda não foi catalogado e o espaço já não comporta todas as peças. “O espaço está apertado. Tem peças que estão amontoadas, precisam ficar mais a vontade para que o público possa conhecer”, conta o encarregado de serviços Mário Teixeira.

O diretor do museu, Cícero Carlos Gomes, destaca que a proposta do local é mostrar o significado de cada objeto que é jogado fora. “Resgatando através da memória do brasiliense alguma coisa do passado dela”, conta. Por dia, são despejados no lixão e nas usinas do DF cerca de 2,5 mil toneladas de lixo.

A entrada no museu é gratuita. Ele fica na QNP 28, dentro da usina de lixo. O espaço abre das 8h às 17h.



Fonte: Rede Globo

domingo, 20 de março de 2011

40 anos - Ceilândia tem o que comemorar

Desfile Cívico, apresentação da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional, shows musicais, exibição de filmes, exposições e debates. É Ceilândia celebrando 40 anos em grande estilo. Confira a programação.


Confira a seguir a programação completa das comemorações dos 40 anos de Ceilândia

SERVIÇOS

:: Semana de Lazer
Atividades esportivas, recreativas, de saúde e de assistência social abertas para toda população. No stand de saúde, os moradores poderão conferir a pressão arterial e o colesterol, fazer exames de diabetes, saber mais sobre métodos contraceptivos e doenças sexualmente transmissíveis, entre outros.

No dia 26, os serviços estarão disponíveis no estacionamento em frente ao SESC. A Cufa vai levar para o local oficinas de perna de pau, brincadeiras e oficina de break.

Data: 21 a 26.03
Local: Praça da CNN 02 – ao lado da Feira Central - Ceilândia Centro
Horário: 9h às 17h
* Classificação livre

ESPORTES

:: Circuito Nacional de Jogos de Damas
Data: 19 e 20.03
Local: QNN 03 Conjunto A Casa 03 - Ceilândia Norte
Horário: 9h às 17h
* Classificação livre

:: Caminhada da Paz
Data: 20.03
Local: Próximo a Administração Regional – estacionamento do Extra - Ceilândia Sul
Horário: 8h
* Classificação livre

:: 19º Campeonato de Futebol Society de Ceilândia
Data: 20 e 27.03
Local: praça poliesportiva da QNM 10 - Ceilândia Norte
Horário: 8h às 18h
Mais informações pelo telefone 9228-9599
* Classificação livre

:: Encontro de basquete e dança de rua
Data: 26.03
Local: Ginásio do SESC – QNN 27 – ÁREA ESPECIAL - Ceilândia Norte
Horário: 14h às 17h30
* Classificação livre

:: Liga Internacional de Basquete de Rua
Data: 9, 16, 17 e 30.04
Local: Praça do Cidadão – EQNM 18/20 - Ceilândia Norte
Horário: 8h às 20h
Mais informações pelo telefone 9949- 4995
* Classificação livre

:: Copa Ceilândia de Futsal
Data: 17 a 29.04
Local: Praça do Cidadão – EQNM 18/20 - Ceilândia Norte
Horário: 8h às 24h
Mais informações pelo telefone 9228-9599
* Classificação livre




CULTURA

:: Sexta do repente – cantoria de pé de parede
Data: 18.03
Local: Casa do Cantador do Brasil – QNN 32 área especial módulo G – Guariroba
Horário: 20h
* Não recomendado para menores de 12 anos

:: Mulher em foco
Comemoração do Dia da Mulher com shows, palestras e distribuição de prêmios.
Data: 20.03
Local: Praça do Encontro – em frente ao Restaurante Popular - Ceilândia Centro
Horário: 9h
* Classificação livre

:: Circuito Cultural
Debates com artistas locais, vídeos e oficinas. Exposição da embaixada dos Estados Unidos sobre a influência da cultura norte americana no Brasil. Nos dias 23 e 25 os serviços estarão na rua do Sesc, na QNN 27 – Área Especial – Ceilândia Norte.
Data: 22 a 25.03
Local: QNN 21 – Pista principal – Ceilândia Norte
Horário: 15h
* Classificação livre

:: Ceilândia em cartaz
Exposição de quadros e cartazes em homenagens a 40 cidadãos da cidade. Participação do Sarau Quartas Intenções e exibição do filme de Adirley Queiroz “O Canto de Ceilândia”.
Data: 23.03
Local: Biblioteca Machado de Assis – Centro Cultural e Desportivo de Ceilândia - Ceilândia Norte
Horário: 9h às 13h
* Classificação livre

:: Poesias de quinta – sarau em tributo a Percila Tolledo
Data: 24.03
Local: CIO DAS ARTES – EQNP 01/05 – Próximo Feira do Produtor - P Norte
Horário: 8h às 14h
* Classificação livre

:: Barril Cultural
Shows de rock, MPB, sertanejo, forró, repentistas, emboladores, reggae, capoeira, quadrilhas, frevo, samba, hip-hop entre outros. Lançamento da Feirinha Solidária Arreunir.
Data: 25.03
Local: Praça do Cidadão – EQNM 18/20 - Ceilândia Norte
Horário: 18h
* Classificação livre

:: Nordestinos Candangos
Data: 25.03
Local: CIO DAS ARTES – EQNP 01/05 – próximo a feira do produtor - P Norte
Horário: 20h
* Classificação livre

:: Cinema na Placa
Exibição de filmes, debate Cinema na Periferia, Cinema na UnB e participação de cineastas da cidade, do DF e de âmbito nacional.
Data: 25 e 26.03
Local: QNN 13 – área especial - Ceilândia Norte
Horário: 19h às 23h
* Classificação livre

:: Brincadeiras Populares de Rua
Data: 26.03
Local: Praça da Feira Central de Ceilândia - Ceilândia Centro
Horário: 10h às 12h
* Classificação livre

:: Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional e Escolas de Samba
Data: 26.03
Local: SESC- QNN 27 - MÓDULO B – Ceilândia Norte
Horário: 18h às 21h
* Classificação livre

:: Desfile Cívico Militar e Popular
Com a participação de grupos da cultura popular, sanfoneiros, quadrilhas, perna-de-pau, bandas de música, artistas, bonecos gigantes, escolas públicas e particulares, entidades sociais, dentre outros. Ações preventivas da Secretaria de Saúde como aferição de pressão, verificação de peso, informativos e ação informativa direitos humanos da diretoria Social Administração Regional Ceilândia. Pintura em grafite da história da cidade no muro do CILC
Data: 27.03
Local: Praça do Trabalhador – Administração Regional de Ceilândia - Ceilândia Sul
Horário: a partir das 7h
* Classificação livre

:: Poesias de quinta – sarau em homenagem a Paulinho de Olinda
Data: 31.03
Local: CIO DAS ARTES – EQNP 01/05 – Próximo Feira do Produtor - P Norte
Horário: 20h
* Classificação livre

:: Rock na Rua Paralelo
Data: 02.04
Local: Praça do Cidadão – EQNM 18/20 - Ceilândia Norte
Horário: a partir das 14h
* Classificação livre






Mais atividades no Sesc Ceilândia

Em 27 de março, Ceilândia completa 40 anos. Para festejar o aniversário da Região Administrativa (RA) quarentona, o SESC-DF, em parceria com a TV Globo, promove uma grande festa.

A programação foi preparada especialmente para a data e está repleta de atrações. Durante a semana de 21 a 26 de março, será realizada uma ação comunitária. Entre as opções, estão atividades recreativas, esportivas, culturais e de saúde voltadas para a população local que serão desenvolvidas na Praça da Feira de Ceilândia e no Centro de Atividades SESC Ceilândia.

No sábado (26), as comemorações seguem durante todo o dia. Em um palco montado no estacionamento em frente ao ginásio do SESC Ceilândia, acontecem atividades esportivas, de lazer e culturais. Além de shows com artistas de Ceilândia. A programação se encerra com a apresentação da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro, às 18h, no Teatro SESC Newton Rossi.

Domingo (27), a unidade do Centro de Atividades SESC Ceilândia recebe o público com atividades voltadas para o lazer, como jogos de mesa e tabuleiro, cama-elástica, exposição A Volta ao Mundo em 80 Jogos, torneio de dama e dominó, brinquedos infláveis, oficinas diversas e apresentação de dança.

Agenda

Ação Comunitária
Período: de 21 a 26/3
Horário: 9h às 18h
Locais: Praça da Feira Central de Ceilândia e Centro de Atividades SESC Ceilândia




Fonte: Rede Globo e Ceilândia.com aqui e aqui

Fim de jogo para Ceilândia e Ceilandense

O Ceilândia precisava de uma vitória elástica sobre o Gama, para avançar de fase sem depender de outros resultados. Dessa forma, o Gato Preto partiu para cima do Periquito desde o primeiro minuto de jogo. Cássius e Dimba incomodavam a defesa do Alviverde, com boas tabelas e chutes da entrada da área.

Entretanto, o goleiro Fernando Vizzotto fez defesas seguras e impediu que o Ceilândia abrisse o placar. O Gato Preto ainda terminou o primeiro tempo reclamando de um pênalti não marcado em Dimba. O atacante invadiu a área e se chocou com o volante Éverton. O árbitro Almir Camargo, em cima do lance, mandou o jogo seguir.

No segundo tempo, o alvinegro veio com tudo. Logo aos cinco minutos, Cássius aproveitou cobrança de falta, subiu mais alto do que o goleiro Vizzotto e anotou o primeiro do Gato Preto, de cabeça. Na sequência, aos 10 minutos, mais um cruzamento na área e Cássius anotou em outra cabeçada, ampliando o marcador para 2 a 0.

O Gama, mal na partida, apenas administrava o placar, já que poderia perder por até quatro gols de diferença que mesmo assim se classificaria. Já o Ceilândia, tentava apertar, mas não conseguiu aumentar o marcador.

Por alguns minutos, os torcedores no Abadião chegaram a comemorar a classificação do time Alvinegro, mesmo com a vitória por um placar menor do que o necessário, já que o Botafogo-DF empatava com o CFZ Brasília por 1 a 1. Entretanto, o Glorioso marcou mais um gol e acabou se garantindo na segunda fase do Candangão.

O Ceilândia acabou ficando fora do quadrangular semifinal por causa do saldo de gols. O atual campeão do DF empatou com Gama no número de pontos (21) e de vitórias (5), mas ficou com um saldo de três gols contra sete do Periquito, e terminou na quinta colocação.

"O time lutou, mas infelizmente não dependíamos apenas da nossa situação. Por pouco minutos até garantimos a classificação, mas o Botafogo-DF acabou marcando o segundo gol. Quando você não depende apenas das suas forças, isso pode acontecer. Acho que todos estão de parabéns, pelo empenho e pela garra que demonstraram nessas rodadas finais", lamentou o técnico do Gato Preto, Marquinhos Bahia.





Sem dúvidas, a derrota para o time do CFZ, de virada, no jogo de ida da competição foi o principal fator que tirou o Ceilândia da 2ª fase do Candangão 2011.




Ceilandense empata e continua na 1ª Divisão

Depois de muita expectativa durante a semana. O Formosa e a Ceilandense entraram em campo com o resultado favorável às duas equipes e, ao que parece, fizeram de tudo para ficar no zero a zero. Ao fim, enquanto o alviverde se firmou na próxima fase com a vice-liderança com 22 pontos, a rubro-negra permaneceu na divisão de elite chegando aos 15 pontos.




No primeiro tempo, o Formosa começou muito mal. Com o novo reposicionamento tático proposto por Auecione Alves, o time pouco fluia no ataque e não encontrava uma ligação para o ataque. Com isto, a Ceilandense dominava todo o meio campo e pressionou os visitantes que se viravam para não tomar o primeiro gol.

Aos 12 minutos, em lance isolado, Bob mandou a bola no travessão e deixou a torcida apreensiva. Para corrigir o meio campo, o técnico do Formosa tirou Édson Pelé e colocou o experiente Verona que tentou fazer a função de ligar o meio com Luiz Carlos ao ataque.
Entretanto, a Ceilandense aproveitou-se da fraca atuação dos laterais para segurar o jogo no campo do adversário.

No fim do primeiro tempo, lance polêmico. Bahia cruza e o goleiro Osmair defende indo para trás entrando no gol. A dúvida ficou se o arqueiro teria passado a bola para dentro.



Na virada para o segundo tempo, o Formosa corrigiu seu posicionamento e fez a Ceilandense sofrer uma leve pressão no início do jogo. Aos 25 minutos, depois de jogada de Verona, a bola sobrou com Éder que cruzou para a área. Kemps apareceu livre para desperdiçar a melhor chance do time.

Depois disto o jogo ficou tão sonolento que o árbitro nem esperou os 45 minutos. Restando alguns segundo para o fim do último minuto complementar, o juiz apitou o fim para acabar com a agonia e ansiedade dos dois times que chegaram a criar algumas oportunidades, mas nada eficazes.



Fonte: Clube do Esporte DF aqui e aqui

Casa do Cantador é referência no DF

Foi da insistência dos cantadores que se apresentavam pelas ruas da cidade que nasceu a Casa do Cantador. Essa foi a única vez que os traços de Oscar Niemeyer ultrapassaram os limites do Plano Piloto e foi assim que as curvas do arquiteto foram erguidas em Ceilândia, 25 anos atrás.

A Casa do Cantador virou ponto de encontro de quem é nordestino e de quem trouxe o Nordeste para o cerrado no coração. Nessa sexta-feira (18) foi a noite com os repentistas: a fusão da música com a literatura de cordel - o som de um sertão e de um agreste tão distantes daqui. “Mostrando a presença do nordestino. É muita emoção esse encontro. A gente vem em família porque a gente se sente em família”, fala o representante comercial Joseli Rodrigues.

A arte de criar e improvisar fez João Santana trocar a engenharia florestal pela viola. Filho de pai goiano e mãe nordestina, o repente fez parte da infância dele e faz parte da saudade dos outros. “Esse pessoal que teve o primeiro contato com o repente lá na sua origem, no sertão, traz muito o tema de saudade”, conta João. “Lembro do meu pai e de minha mãe, pois eles gostavam muito”, diz a bordadeira Célia Santana.



Fonte: Rede Globo

sexta-feira, 18 de março de 2011

Decisão para times da cidade

Neste sábado (19), a partir das 16 horas, todos os jogos da 14ª e última rodada da primeira fase do Candangão 2011 estarão acontecendo. Todos disputados simultaneamente, conforme prevê o regulamento da competição.

Será a última chance para o Ceilândia buscar a passagem para o quadrangular final. Também, a última oportunidade para a Ceilandense tentar escapar do rebaixamento.

Confira os jogos:




Ceilândia x Gama, 19/03/11 - 16h00 - estádio Abadião (Guariroba)

O Gato Ceilândia vem completo para este confronto. Leiz retorna de suspensão. O time de Ceilândia tem de vencer e torcer por tropeço do Botafogo-DF.




Ceilandense x Formosa - 19/03/11 - 16h00 - estádio Bezerrão (Gama)

Na Ceilandense, zagueiro Neuran rescindiu contrato. No Formosa, Leandro Smith e Marco Aurélio estão suspensos. Heitor Queiroz é a novidade, vindo da Alemanha.

A Ceilandense, apesar de jogar em "casa", precisa pelo menos empatar, ou torcer por derrota do Brasília para o Brasiliense, para se manter na primeira divisão.



Fonte: Clube do Esporte DF

Corrida do Coração 2011

A Corrida do Coração é a maior prova das cidades satélites do Distrito Federal. Realizada no mês de março, atrai grande quantidade de atletas de elite pela excelente premiação que disponibiliza aos atletas. Em média, participam do evento cerca de 2 mil pessoas que colorem as ruas da Ceilândia em um percurso cheio de desafios. o evento acontecerá no dia 27/03/11 (domingo).



As inscrições poderão ser feitas no Quiosque da Saúde, próximo a Administração do Parque da Cidade no estacionamento 12, nas lojas SUPERCEI, cento de atividades SESC Ceilândia na QNN 27 Area Especial lote B, no site www.corredorderua.com.br ou www.corridadocoracao.com.br, no período de 22/02/2010 A 20/03/2010, até atingir o limite de 2000 (dois mil inscritos). Será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 30,00 (trinta reais), não havendo isenções. A inscrição poderá ser feita por um representante, desde que a ficha de inscrição esteja devidamente preenchida com os dados pessoais do participante e assinada pelo mesmo. Só serão aceitas inscrições de participantes com idade acima de 15 (quinze) anos completos até o dia da competição. Os menores de 18 (dezoito) anos deverão, obrigatoriamente, ter sua ficha de inscrição assinada pelo responsável legal. Parágrafo único: O atleta ou responsável que assinar a ficha de inscrição, isenta a organização da prova de quaisquer ações, acidentes que ocorrerem antes, durante e após a realização da 6ª CORRIDA DO CORAÇÃO.



Fonte: ChipTiming

quarta-feira, 16 de março de 2011

TJDFT destitui presidente e vice da FBF

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) condenou o presidente licenciado da Federação Brasiliense de Futebol (FBF), Fábio Simão, e o mandatário em exercício, Paulo César Araújo, por improbidade administrativa. Pela decisão da 6ª Vara Cível de Brasília que ainda cabe recurso, ambos estão destituídos dos cargos e proibidos de voltar a entidade nos próximos dez anos.

Simão e Paulinho foram acusados pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) de beneficiar três clubes de Brasília com verbas repassadas pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) em 2004: Brasiliense, Gama e CFZ-DF. No entanto, segundo novas investigações, o Jacaré, do qual Simão é sócio, teria recebido a maior parte desse dinheiro, que deveria ir a um projeto de atividades em interesses comuns da Federação.

Na decisão em primeira instância, o juíz alegou que o MPDFT conseguiu provar que apenas os três clubes se beneficiaram das verbas públicas. "O financiamento de referidos clubes parece constituir um verdadeiro ciclo vicioso, na participação de campeonatos e na percepção de verbas públicas, seguindo critérios absolutamente pessoais dos dirigentes que abrigam interesses também pessoais", constatou.

Procurado pela reportagem do Correio, Fábio Simão não atendeu as ligações. Já Paulinho, que hoje comanda a FBF, respondeu que ainda não tomou conhecimento da condenação imposta pelo TJDFT, mas se defendeu sobre o assunto. "Na época eu era o vice-presidente. Portanto, só assumia o cargo se o Fábio saísse. Não assinava nada, não decidia nada. É rolo do Fábio isso", afirmou.

Segundo o site do Tribunal, os réus teriam se defendido sobre a destinação dos recursos com a justificativa de que Brasiliense, Gama e CFZ representavam o DF nas competições nacionais.



Fonte: Correio Braziliense e Rede Globo

Com receio de rebaixamento, time denuncia Ceilandense

O Brasília entrou com denúncia na Justiça Desportiva do DF contra a Ceilandense, que teria utilizado o atacante Michel de forma irregular nas três primeiras rodadas da primeira fase do Campeonato Candango. A Ceilandense pode ser enquadrada no Artigo 214 do CBJD (Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente). Caso condenada, a rubronegra perderia até 13 pontos, o que mudaria a atual zona de rebaixamento da competição.

A diretoria do time Colorado alega que o nome do atacante Michel não constou no BID da CBF, quando o mesmo atuou pelo clube nas três primeiras rodadas da competição, o que deixaria o atleta impossibilitado de jogar. A regularização do atleta só aconteceu no dia 25 de janeiro.

Na partida de estréia contra o Gama, em 16 de janeiro, houve empate por 1 a 1. De acordo com o Artigo 214, o time condenado perde a pontuação do jogo, mais pontuação equivalente a de uma vitória, ou seja, perderia 1 ponto do resultado do jogo, mais outros 3 como punição pela irregularidade.

Na segunda rodada, em 20 de janeiro, a rubronegra venceu o CFZ por 1x0. Neste caso, perderia os 3 pontos da vitória, mais pontuação igual por ter escalado o atleta irregularmente. Totalizando 6 pontos nesta partida.

Por fim, na terceira rodada, em 23 de janeiro, a Ceilandense foi derrotada pelo Ceilândia por 1x0. Nesta situação, perderia apenas 3 pontos da punição, uma vez que não somou pontos na partida, o que totalizaria a soma de 13 pontos perdidos. Como tem 14, caso condenada, ficaria com apenas 1 e passaria a ser a lanterna da competição.



Jogos nos quais que Michel teria atuado de forma irregular

Gama 1 x 1 Ceilandense – 16/01 – 4 – 1ª Rodada

Celandense 1 x 0- CFZ – 20/01 – 6 – 2ª Rodada

Ceilandia 1 x 0 Ceilandense – 23/01 – 3 – 3ª Rodada



Para ler na íntegra, visite o site da fonte.


Fonte: Esporte Candango

terça-feira, 15 de março de 2011

Imagem: Miss Ceilândia 2011

Aconteceu no último sábado (12 de março) o concurso que elegeu a Miss Ceilândia 2011. O concurso foi realizado no Teatro Newton Rossi, do SESC Ceilândia, e contou com 15 candidatas. Thaís Liane conquistou o 1º lugar e irá disputar o título de Miss Distrito Federal 2011 Universo.




Fonte: blog Misses Estaduais e Portal de Ceilândia

Inscrições para o V Liibra

A Liga Brasileira de Basquete de Rua (LIBBRA) está com inscrições abertas até dia 30 de março para a Etapa Estadual para os atletas que irão disputar a Liga Internacional de Basquete de Rua de Brasília nas modalidades feminino e masculino. A Central Única das Favelas do Distrito Federal (CUFA) garante a vaga dos primeiros colocados para a etapa nacional no Rio de Janeiro, entretanto não se responsabiliza pelas despesas com a viagem. .

As competições serão realizadas na Praça do Cidadão em abril, nas datas: 9,16,17 e 30. Durante os dias das apresentações haverá o Espaço Elemento em Movimento com apresentações de break, Feira Black, praça de alimentação e tenda da CUFA com projetos realizados pela ONG.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site da CUFA www.cufadf.org/liibra

Serviço
Praça do Cidadão

EQNM 18/20 – Ceilândia Norte



Fonte: Portal de Ceilândia

segunda-feira, 14 de março de 2011

Ceilândia se complicou no Candangão

Com um time praticamente formado por reservas, o Brasiliense conseguiu vencer o Ceilândia por 1x0, gol do atacante Acosta, nesse domingo, no estádio Serejão e segue, como único invicto, na liderança do Candangão. Agora são 17 partidas sem perder. O Jacaré está apenas a dois do seu recorde de 33 pontos na primeira fase, alcançado em 2009. Já o atual campeão da competição não depende mais só de si para chegar à segunda fase. O Gato está em quinto na classificação, com 18 pontos, e precisa de uma vitória e um improvável tropeço do Botafogo-DF frente ao CFZ para seguir em frente.

Com apenas quatro titulares em campo e com muita chuva o primeiro colocado na competição apresentou um futebol abaixo do normal. Apesar de possuir mais posse bola o jogo foi igual e com muitos erros de finalizações. Foi aos 11 minutos do primeiro tempo que surgiu a primeira chance desperdiçada do lado do Brasiliense. O atacante Acosta recebeu passe da lateral esquerda e, de cara para o gol, bateu. O goleiro Edinho nem se esforçou para fazer a defesa.

Aos 28, foi a vez do Ceilândia perder a oportunidade. Allan Dellon, dentro da área, fez uma bela jogada, chutou alto. Com a bola já quase dentro do gol, Dimba, sem querer, tirou de cabeça a chance do Gato Preto de abrir o placar na casa do adversário. E como diz o ditado quem não faz leva, quatro minutos depois, o atacante uruguaio Acosta recebeu um cruzamento de André e, de primeira, chutou a gol sem chances para goleiro Edinho, 1x0.

Após o gol o Ceilândia sentiu, mas logo na volta do intervalo o time até que conseguiu assustar um pouco o adversário com alguns lances de perigo, mas cometendo erros fatais nas finalizações. Logo aos dois minutos, Alan Dellon levantou a bola dentro da área mas nada aconteceu.

Aos 12, o Brasiliense também tentou com Fabiano Gadelha, que fez belo cruzamento de cabeça Bebeto, que, por sua vez, desperdiçou a chance de ampliar o placar. Depois disso houve muitas tentativas perdidas e um jogo lento e arrastado. Aos 31', surgiu uma tentativa concreta de gol. Rodriguinho acertou um chute forte de fora da área, forçando o goleiro Gilson a fazer uma bela defesa.

O que não houve de gol e futebol em campo sobrou em cartões amarelos. Até que chegou um ponto onde o zagueiro Panda exagerou e foi punido, aos 38', com cartão vermelho, indo então mais cedo para o chuveiro. O último lance de perigo foi aos 46 minutos, quando Felipe invadiu a área e livre de marcação chutou para fora.

O Brasiliense, com o time reserva, fez sua parte agora irá cumprir tabela no próximo jogo contra o Brasília, novamente no estádio Serejão, domingo (20) às 16h. No mesmo dia e horário, o Ceilândia, por sua vez, buscará o quase impossível para conseguir chegar à segunda fase. Precisa golear Gama por uma diferença de mais de três gols e torcer para que seu adversários, Botafogo-DF e Formosa-GO, percam seus jogos.



Veja como foi o gol polêmico:





Fonte: Esporte Candango, Isaías Borges, Esdras Alves (rádio e tv Brasiliense) e edição de Daniel Mangueira

domingo, 13 de março de 2011

Ceilândia faz jogo que pode definir sua classificação

Ao contrário da campanha catastrófica apresentada na primeira fase do Campeonato Candango de 2010, o Brasiliense vive uma situação totalmente adversa neste ano. Com 28 pontos conquistados, sendo oito a mais do que o atual segundo colocado, o Botafogo-DF, o time de Taguatinga permanece invicto no certame e, de quebra, garantiu a vaga para o quadrangular semifinal com três rodadas de antecedência. Diante da boa folga e de resultados até então expressivos, a partir das 16h deste domingo (13), contra o Ceilândia, no Serejão, a trupe amarela começa a só cumprir a tabela restante da primeira fase do Candangão – restam só dois jogos.

O Ceilândia, porém, não traz boas lembranças ao Brasiliense. E se depender das pretensões do Gato Preto, que está na seca por um triunfo a esta altura, já que é um dos concorrentes por uma das três vagas restantes para a fase seguinte, o time de Taguatinga pode ficar com recordações mais amargas caso resolva relaxar para o vizinho. Isso porque desde o dia 28 de março de 2010, com o 1 a 0, no Serejão, pela segunda rodada do quadrangular semifinal, o Brasiliense não venceu o Ceilândia. Sofreu dois empates e duas derrotas, incluindo a final, quando o adversário, na condição de visitante, quebrou a hegemonia regional do vizinho, após seis títulos consecutivos.

Em 2011, o Ceilândia, atualmente na quinta colocação, com 18 pontos, é o único dos sete times da disputa que não se curvou para o Brasiliense. Na sexta rodada, a partida terminou em 1 a 1. Caso a sina dê continuidade, o “intocável-embalado” time de Reinaldo Gueldini, um dos principais candidatos ao caneco deste ano, assoprará as velas de um ano de aniversário de jejuns contra o atual campeão do Distrito Federal, principalmente se este não seguir adiante na competição. Na lista pela briga direta pelas três vagas, estão Botafogo-DF, Gama e Formosa-GO.




O Gato Preto terá também duas baixas: do atacante Cassius, que levou o terceiro cartão amarelo, e do volante Leís, expulso na última rodada, na vitória de 3 a 2 sobre o Botafogo-DF. A tendência é que o técnico Marquinhos Bahia escale Rodrigo Melo ou Thiago Félix e Goéber, respectivamente.



Brasiliense x Ceilândia - 13/03/11 - domingo - 16h00 - estádio Serejão (Taguatinga)


Fonte: Clube do Esporte DF

sábado, 12 de março de 2011

Ceilandense dá adeus a próxima fase do Candangão

No único disputado na tarde deste sábado (12), o Botafogo-DF venceu a Ceilandense por 2 a 1 e voltou ao grupo dos quatro melhores do candangão. O salvador da pátria foi Adriano Felício, que marcou o gol que deu a vitória para o Botafogo-DF aos 43 minutos. Com a derrota, a Ceilandense perdeu a chance de se classificar e ainda existe a possibilidade de um rebaixamento.

Visitante indigesto para o Botafogo-DF, a Ceilandense logo partiu pra cima dos donos da casa. A primeira chance foi logo no primeiro minuto em chute de Luiz Fernando. De tanto levar pressão, o alvinegro mostrou que o futebol não vive apenas de ''quase''. Foi aos 30 minutos em cobrança de falta ensaiada, que terminou com o gol do atacante Vanderlei.





Mesmo atrás do marcador, o dragão não se intimidou e continuou em cima. A situação parecia estar complicada principalmente depois da expulsão do zagueiro Neuran. Ainda assim, o clube comandado por Marcos Soares conseguiu chegar ao empate com o atacante Michel, que recebeu passe de Vinícius e mandou a bola pra dentro da rede.

Não parecia que os visitantes estavam com um atleta a menos. Colocando pressão sobre o adversário, a Ceilandense esbarrou no homem da camisa amarela. O goleiro Vicente Mateus estava em tarde inspirada e parou por várias vezes as chegadas do time de ceilandia, principalmente Michel.

Cansado, a Ceilandense levou pressão no final da partida, tanto é que não conseguiu segurar e acabou tomando o gol do meia Adriano Felício aos 43 minutos. ''Foi um jogo complicado, e fomos premiados com este gol no final. Agora vamos enfrentar o CFZ que é um jogo de vida ou morte em que precisamos vencer pra classificar'', analisou Felício, autor do gol da vitória.





Nos minutos finais da partida, o tempo nublado da cidade do Guará foi deixando a cidade escura. Ao perceber a necessidade do acionamento das luzes do estádio, o delegado da partida pediu para que os refletores fossem acesos. A administração do estádio informou que para esse procedimento seria necessária a autoriazação do diretor de esportes do Guará, Marco Célio.

Mesmo se tratando de uma partida oficial, o diretor não autorizou o acendimento. Segundo ele, para que as luzes fossem acesas haveria um gasto de R$ 1,5 mil.

Na última rodada, a Ceilandense joga contra o Formosa-GO em estádio indefinido no próximo domingo (20/03/11) as 16h00.

Ceilandense busca permanência na 1ª divisão contra o Botafogo

Na tarde deste sábado (12), a partir das 16 horas no estádio do Cave, o Botafogo-DF recebe a equipe da Ceilandense, na abertura da 13ª e penúltima rodada da primeira fase do Candangão.

Para o Botafogo-DF a conquista dos três pontos representa a continuidade da busca de uma vaga no quadrangular final, pois tem 16 pontos e ocupa a quinta posição. Sua última partida será também em casa, diante do CFZ.

Já a Ceilandense está em uma encruzilhada. Caso vença o jogo, continua com chances de classificação para o quadrangular. Caso seja derrotada, terá de torcer para que o Brasília não ganhe do Gama no domingo, pois ficariam igualados em termos de pontuação e o risco próximo do rebaixamento. Sua última partida será em casa, diante do Formosa Esporte.




A rubro-negra de Brasília está entre a cruz e a espada. Caso vença, entra na luta por classificação. Sendo derrotado, terá de torcer para que o Brasília não pontue diante do Gama.

O técnico Marcos Soares declarou: “Tínhamos consciência que fugir do rebaixamento era nossa primeira meta. Tivemos oportunidades de matar o jogo diante do Brasiliense. Não fizemos, agora é buscar a reabilitação diante do Botafogo”, concluiu o emergente treinador.

O comandante da Ceilandense, a princípio, poderá contar com força máxima para o confronto diante do alvinegro candango.



Botafogo x Ceilandense - 12/03/11 - sábado - 16h00 - estádio do Cave (Guará)


Fonte: Clube do Esporte DF

sexta-feira, 11 de março de 2011

Imagem: Especulação imobiliária invade Ceilândia

Áreas que deveriam ser utilizadas para o lazer e trazer mais qualidade de vida para a população estão sendo entregues a especuladores, fazendo com que a cidade fique ainda mais inchada.

Muitos imóveis que antes atendiam a comunidade ceilandense estão sendo postos a venda, a maioria dos terrenos vazios está sendo tomada por gigantes construções. Construtoras estão de olho!!!







quinta-feira, 10 de março de 2011

Agente do Detran foi afastado

A suposta extorsão teria sido praticada contra Adilson Lima, de 26 anos, que foi parado numa blitz no centro de Ceilândia, na madrugada desta terça-feira (8). Ele foi reprovado no bafômetro, mas afirma não ter visto o resultado do teste - mesmo assim foi multado e teve a habilitação apreendida.

Ontem pela manhã, o motorista foi surpreendido ao receber uma ligação do vizinho do agente que fez a autuação. Ele teria dito que devolveria a carteira de habilitação, se Adilson pagasse R$ 500 em dinheiro - valor que chegou a R$ 400 após uma negociação. O local da entrega foi combinado, mas Adilson avisou ao sogro, que é cabo da Polícia Militar e pediu apoio aos agentes da PM que estavam no posto de plantão.

“Eu entreguei o dinheiro para ele só que quando meu sogro o abordou, eu puxei o dinheiro de volta, com medo de ele correr. Só que o policial fardado que fez a abordagem pegou ele com meu documento na mão ainda”, relata Adilson.

O vizinho do agente de trânsito foi preso em flagrante em um estacionamento na QNN 2, em Ceilândia. Ele disse que não pediu dinheiro e que estava fazendo um favor para o amigo ao devolver a habilitação de Adilson. “Não caberia ao agente de trânsito decidir a forma como ele ira entregar a documentação e, sim, seguir exatamente o que a legislação determina”, explica o delegado Marco Antônio de Almeida.

O Detran já abriu investigação, e o servidor foi afastado das ruas e agora presta serviços administrativos. “Se verificado que ele teve culpa, que realmente houve a tentativa de extorsão, ele será condenado a uma penalidade de suspensão até de demissão se for o caso”, destaca o diretor do Detran, José Alvez Bezerra.

O agente deve responder pelo crime de concussão - extorsão cometida por funcionário público - e também por deixar de praticar a lei. A pena pode chegar a oito anos de reclusão mais multa.



Fonte: Rede Globo

Ceilandense fica mais longe da classificação

De virada e fora de casa, o Jacaré bateu a Ceilandense e de quebra, conquistou o troféu simbólico de campeão da primeira fase do Candangão 2011, faltando ainda dois jogos para o fim da fase inicial.


O técnico Marcos Soares manteve a mesma base da equipe que conquistou as três vitórias consecutivas diante de CFZ, Ceilândia e Brasília. Com Vinícius mais uma vez ao lado do talentoso Luiz Fernando na armação de jogadas, a tarefa de cutucar a bola para as redes ficou por conta de Michel.

E o camisa 9 não demorou para aparecer na partida. Logo aos 2 minutos de jogo, a bola sobrou limpa para o atacante que, sozinho diante do goleiro Gilson, desperdiçou.

A Ceilandense mandou no duelo no primeiro tempo. Com os laterais avançando constantemente e os meias inspirados, a Rubro-Negra comandava as ações do jogo. Recuado, o Brasiliense tentava assustar nos rápidos contra-ataques puxados por Bebeto pela esquerda.

Aos 28, após cobrança de escanteio, Michel recebeu passe de cabeça de Everson dentro da área abrir o placar. Foi o primeiro gol do artilheiro da Segundona Candanga em 2010.




No segundo tempo, a Ceilandense sofreu um apagão. O time não conseguia atacar como na primeira etapa e cedeu espaços para o Brasiliense. O técnico Reinaldo Gueldini não demorou para mexer na equipe, sacando Adrianinho para a entrada de Felipe e Fabiano Gadelha na vaga de Ruy Cabeção, que pouco fez na partida.

As mudanças fizeram efeito e o panorama do jogo se inverteu. Mandando na partida, o gol do Brasiliense parecia questão de tempo. Porém, aos 12 minutos, a Ceilandense teve a chance de matar a partida.

Após contra-ataque puxado pelo lateral-esquerdo Oberdan, Luiz Fernando apareceu frente a frente com Gilson. Em uma defesa digna de cinema, o camisa 1 salvou o Jacaré de tomar o segundo gol e manteve a equipe no jogo.

Como quem não faz leva, a história não poderia ter outro final. Em bela jogada triangulada pelo ataque do Brasiliense, Ferrugem concluiu com um lindo chute colocado no ângulo do goleiro Osmair, empatando aos 24 minutos. 10 minutos depois, Fabiano Gadelha deu a vitória para o Jacaré, em chute fora da área no canto direito de Osmair.

Para o zagueiro Neuran, a Ceilandense foi incompetente: “Faltou competência para matar o jogo. Já passamos por isso em outros jogos e hoje foi a mesma coisa”.

Deda botou a boca no trombone e aproveitou para fazer duras críticas à falta de estrutura do estádio Abadião: “A federação tem que rever esses jogos à noite aqui. Só quem joga nessa situação sabe o que a gente passa. Tem lance que mal dá pra ver a cor da bola. Isso aqui parece iluminação de cemitério”, desabafou o volante.

Na saída do estádio, a torcida organizada do Brasiliense, Facção Brasiliense, mais uma vez entrou em conflito com torcedores do time da casa e a confusão só foi contida com a chegada da Polícia Militar.

A ocupa a sexta colocação, à quatro pontos do Ceilândia, último time do G-4. No sábado, o Rubro-Negro faz confronto direto contra o Botafogo no Cave e praticamente decide sua vida no Candangão 2011.







O maís incrível nesta história é que existem "ceilandenses" que participam desta tal de facção.

Respondendo ao Deda, a culpa de Ceilândia ter um estádio deste é inteiramente do Governo Distrital, pois cidades como Taguatinga, Gama, Sobradinho e Planaltina tem estádios com mais estrutura que Ceilândia.



É UMA VERGONHA!!!

A MAIOR E MAIS POPULOSA CIDADE DO DF, COM QUATRO EQUIPES PARTICIPANDO DAS COMPETIÇÕES LOCAIS (Apollo 4, Ceilândia, Ceilandense e Guarany), NÃO POSSUI UM ESTÁDIO DECENTE.

CEILÂNDIA DEVERIA SER PRESENTEADA COM, NO MÍNIMO, UM ESTÁDIO COM CAPACIDADE PARA 50 MIL PESSOAS.


A única coisa que não se pode negar é que o gramado não seja bom...


Fonte: Clube do Esporte e Correio Braziliense

quarta-feira, 9 de março de 2011

Vitória lança o Ceilândia ao G4

Difícil dizer se a polêmica levantada pelo atacante Maninho contra o presidente da ex-filial do alvinegro carioca, Walter Theodoro, desequilibrou o foco do time. Ainda assim, já se inicia uma fagulha de crise para o Botafogo-DF, pois nesta tarde de quarta-feira (9/3) perdeu para o Ceilândia, no Abadião, por 3 a 2, e está fora do G-4 no Candangão 2011.

Com a derrota, o clube da estrela solitária despencou para a 5ª colocação na tabela, ainda com 16 pontos. A vaga entre os quatro times que classificam para o quadrangular semifinal está agora nas mãos do Gato Preto, que momentaneamente ocupa a vice-liderança com 18 unidades, mas deve perder o posto para Formosa ou Gama ao final da 12ª rodada.

Na partida, o Ceilândia de Marquinhos Bahia seguiu com a nova mentalidade ofensiva, e já conseguiu o primeiro gol logo aos 9 minutos, com o veterano Allan Delon. O Botafogo-DF de Augusto César buscou a reação, mas só conseguiu aos 33 minutos, numa cabeçada do jovem Têti, de apenas 1,54m.

Ao voltar dos vestiários, foi a vez do artilheiro Dimba usar a testa para colocar o Gato Preto outra vez na frente, aos 5 minutos da etapa final. Vanderlei, artilheiro do Candangão passado, insistiu e chegou a outro empate, mas Cassius conseguiu a vitória dez minutos depois: 3 a 2, placar final.

O Botafogo ainda teve a chance da terceira igualdade aos 43 do segundo tempo, com um pênalti marcado pelo árbitro Ruy Ferreira. Vanderlei, porém, desperdiçou a cobrança. Túlio Maravilha, astro maior do alvinegro candango, sequer compareceu ao Abadião e desfalcou a equipe.



Fonte: Correio Braziliense

Partidas definem destinos de times da cidade

Com apenas mais três jogos pela frente, na primeira fase do Candangão 2011, Ceilândia e Botafogo-DF se enfrentam em jogo decisivo nesta quarta-feira (09), às 16h, no Estádio Abadião.

Como as duas equipes estão separadas por apenas um ponto de diferença, com o Glorioso em quarto lugar (16 pontos) e o Gato Preto na quinta posição (15 pontos), quem vencer o duelo garante uma vaga no G4 da competição.

O time da casa terá o técnico Marquinhos Bahia pela segunda partida no comando e espera manter o resultado da última rodada. Na estreia do novo treinador, o clube acabou com a má fase, um jejum de vitórias que já durava oito jogos (cinco empates e três derrotas), ao bater o CFZ Brasília por 4 a 3, de virada.

Já o Glorioso Candango precisa de pelo menos um empate para se manter no G4 do torneio local. Os comandados do técnico Augusto César estão há oito jogos sem perder (duas vitórias e seis empates) e precisam apenas manter o retrospecto para ficar mais perto da vaga na próxima fase da competição.




O técnico Marquinhos Bahia disse que pretende utilizar o fator casa para se impor diante do Botafogo-DF. O treinador do Gato Preto também relembrou a importância da partida e classificou o duelo como sendo “jogo de seis pontos”.

“Vai ser aquele jogo de seis pontos. Acho que define a vida das duas equipes no campeonato. Como estamos em casa, temos que tentar tirar proveito dessa vantagem”, afirmou Marquinhos Bahia.

O treinador deve repetir a escalação da última rodada, quando o time alvinegro bateu o CFZ Brasília. “Temos que tentar aliar o bom desempenho ofensivo ao defensivo. Mas nós temos dois jogadores lá na frente, Dimba e Cássius, que desequilibram. É só ver a história deles no futebol”, completou o treinador, sobre o bom desempenho do ataque na última rodada, quando o Gato Preto marcou quatro vezes.





Ceilandense tenta 4ª vitória seguida

O embate entre a Ceilandense e Brasiliense, às 20h30, no Abadião, tem importância somente para a Ceilandense, já que o Jacaré está classificado antecipadamente. Assim, o time do técnico Marcos Soares ainda sonha com uma vaga no quadrangular e está na sexta posição, com 14 pontos.

A partida terá arbitragem de Wales Martins, com os auxiliares João Neto e Rubens Fulgencio. O quarto árbitro será Josué Rodrigues com o observador José René.
Uma vitória mantém as pretenções de classificação para a 2ª fase da Ceilandense.


Ceilândia x Botafogo - 09/03/11 - quarta-feira - 16h00 - estádio Abadião

Ceilandense x Brasiliense - 09/03/11 - quarta-feira - 20h30 - estádio Abadião


Fonte: Clube do Esporte DF e Futebol Interior

terça-feira, 8 de março de 2011

É extorsão?!?!?!

Um agente do Departamento de Trânsito (Detran) foi levado à delegacia na manhã desta terça-feira (8/3) em Ceilândia acusado de extorsão. Ele teria cobrado R$ 500 para devolvar a carteira de habilitação de um motorista que havia feito o teste do bafômetro. O rapaz de 26 anos havia sido abordado por dois agentes às 23h30 de ontem (7/3).

De acordo o motorista, ele passava sozinho de carro na QNM 02, próximo à 15ª Delegaicia de Polícia, quando foi abordado por dois agentes em uma viatura do Detran. Ao ser perguntado se havia ingerido bebida alcoólica, o rapaz confirmou que consumiu três latas de cerveja durante a tarde. "Eles disseram para eu fazer o teste do bafômetro e eu não me neguei. Só que eles não me mostraram o resultado, pediram o número do meu telefone e só devolveram a documentação do carro", explicou. Os agentes explicaram que o jovem deveria buscar a habilitação na próxima sexta-feira (11/3) na sede do SIA.

Por volta das 10h de terça-feira (8/3), o rapaz recebeu o telefonema de um homem, pedindo que os dois se encontrassem e que ele levasse R$ 500 para que a habilitação fosse devolvida. "Eu disse que só tinha R$ 300 e ele falou que o dinheiro não era só para ele, ficou então em R$ 400", disse. Assim que desligou, o jovem procurou o sogro, Robson Marinho dos Santos, que é cabo da Polícia Militar do 1º Batalhão, na Asa Sul. O sogro pediu que o genro seguisse as instruções para que pegassem o suspeito em flagrante. Os dois combinaram então em frente à agência da Caixa Econômica, próximo ao supermercado Tatico, no Centro da Cidade.

O agente, que não teve a identidade revelada, não compareceu, mas outro homem chegou ao local em uma moto. "Ele nem desligou a moto e desceu para pegar o dinheiro. Ele estava com minha habilitação", contou o motorista. No momento em que ele entregava a quantia, o sogro chegou, acompanhado de outros policiais militares, e deu a voz de prisão. O rapaz, que é rodoviário, foi levado a um posto comunitário, onde confessou que só buscaria o dinheiro para o agente do Detran. Pouco depois, o agente chegou ao local e disse que só pediu para que o outro homem devolvesse a carteira, sem cobrar nada por isso.

Ambos foram encaminhados à 23ª DP (P Sul), onde o caso é registrado. Sogro e genro já foram ouvidos na delegacia, assim como os outros policiais que participaram do flagrante.

De acordo com a delegada plantonista Denise Pereira Rocha, como não houve flagrante, ninguém será preso. Um inquérito será instaurado. "Tudo indica que houve a tentativa de extorsão, porque a CNH, que deveria ser devolvida na sede, foi entregue em frente à Caixa Econômica", explicou. O agente será investigado por concussão, quando uma autoridade pública exige vantagem em razão do cargo que ocupa. Ambos serão liberados após o interrogatório.



Fonte: Correio Braziliense

sexta-feira, 4 de março de 2011

Muitos gols e vitória do Ceilândia

Ceilândia e CFZ fizeram um jogo agitado na tarde desta sexta-feira (4/3) no estádio Abadião, em Ceilândia. A partida, que marcava a estreia do novo técnico do Gato, Marquinhos Bahia, teve sete gols e terminou com a vitória do Ceilândia por 4 a 3 sobre o CFZ, que, com o resultado, está matematicamente rebaixado para a segunda divisão.

O jogo começou com muita ação e o placar foi aberto logo aos cinco minutos do primeiro tempo. João Paulo bateu um escanteio e a bola foi direto para as redes: gol olímpico do CFZ. No entanto, a alegria do lanterna virou tristeza um minuto depois, quando Dimba empatou o jogo. E se o desânimo já tomava conta do CFZ, o clima ficou pior dois minutos depois, com o gol de Cássius que deixou o atual campeão do DF na frente.

Ainda no primeiro tempo a rede balançou mais duas vezes. Aos 37, Dimba ampliou para o Ceilândia e aos 42 Rafael diminuiu para o CFZ: 3 a 2.

O segundo tempo não foi tão agitado quanto o primeiro, mas também teve rede balançando logo no início. Novamente aos cinco minutos, Lucas Dantas marcou para o CFZ e empatou a partida. O resultado ainda não era o ideal para o time de Zico, mas o gol precoce no segundo tempo ainda dava esperanças de uma virada. No entanto, a esperança foi por água abaixo quando o volante David, que tinha acabado de entrar, fez o gol da vitória do Ceilândia aos 18 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o Gato ultrapassou a rival Ceilandense e agora ocupa a quinta colocação do Candangão 2011. Para o CFZ, resta cumprir tabela e se preparar para a disputa da segunda divisão do torneio em 2012.



Fonte: Correio Braziliense e Esporte Candango

E vem mais história por aí...

Em mais um vídeo produzido pelo ex-secretário de Relações Institucionais do Distrito Federal Durval Barbosa, quem aparece recebendo dinheiro é Jaqueline Roriz, deputada federal (PMN-DF) e filha do ex-governador Joaquim Roriz.

O Ministério Público está analisando o vídeo, gravado na época da campanha eleitoral de 2006. As imagens mostram Jaqueline e o marido, Manoel Neto, recebendo um maço de dinheiro das mãos de Durval, na sala do então secretário. Ela se elegeu deputada distrital em 2006.

O casal recebe e guarda R$ 50 mil numa mochila, reclamando que o valor estava abaixo do previsto. "Não é fácil ser candidato. Resolve isso para mim cara!", pede Neto, ao ser avisado de que o valor seria pago entre três e cinco remessas, e não seis, como o casal esperava.

O Correio teve acesso ao vídeo por meio do Núcleo de Combate às Organizações Criminosas (NCOC) do Ministério Público do Distrito Federal, que conduz o processo de delação premiada de Durval Barbosa. Há aproximadamente dois meses, o próprio Durval entregou o vídeo aos promotores de Justiça que investigam as denúncias da Caixa de Pandora.

O escândalo derrubou o governador José Roberto Arruda, que chegou a ficar preso por dois meses na Superintendência da PF. Vídeos mostram Arruda e vários deputados distritais recebendo dinheiro de Durval.

Em abril de 2010, Jaqueline Roriz chegou a chamar de "cara de pau" a deputada Eurides Brito (PMDB), cassada após a divulgação de outro vídeo produzido por Durval. Eurides aparece recebendo e guardando dinheiro em sua bolsa.



Fonte: Correio Braziliense

quinta-feira, 3 de março de 2011

Ceilandense vence e mira classificação

Pela abertura na 11ª rodada do Campeonato Candango, o Brasília recebeu a Ceilandense nesta quinta-feira, no Estádio Rorizão, com o objetivo de reencontrar o caminho da vitória. Mas voltou a tropeçar e ficou ainda mais próximo do rebaixamento. Com um gol de falta do meia Luiz Fernando, a rubronegra de Ceilândia venceu a terceira partida seguida e chegou aos quatorze pontos, um a menos que o Botafogo-DF, primeira equipe na zona de classificação. O Colorado permanece com os mesmos oito pontos, na vice-lanterna do campeonato.

Precisando da vitória, as duas equipes iniciaram o confronto partindo para o ataque em busca do primeiro gol. O primeiro lance de perigo surgiu logo aos três minutos de bola rolando. Vinícius lançou para Michel e o camisa nove arrematou de perna esquerda pela última linha, assustando o arqueiro do Brasília. Os donos da casa movimentavam-se bem, mas não encontravam espaço para finalizar.

Pelo lado rubro-negro, o jogador que mais incomodava a zaga adversária era o meia Vinícius. Aos 18’, o camisa sete recebeu belo passe de Michel e soltou uma pancada para excelente defesa de Diego. Três minutos depois, o Colorado tentou responder com um bom chute de Álisson, mas a pontaria saiu torta.

O time da casa voltou a assustar o goleiro Osmair somente aos 36 minutos. Sem espaço para penetrar na área da Ceilandense, o ala Fernando arriscou de longe e a bola passou rende ao travessão. Antes do intervalo, aos 45’, Luiz Fernando deixou Bob na cara do gol, mas o atacante desperdiçou a oportunidade.

A segunda etapa começou muito parecida com a primeira. As duas equipes tentando abrir o marcador, mas pecavam nas finalizações. Aos 9’, Luquinha tabelou com Rodrigão e chutou forte para bela defesa de Osmair. Insatisfeito com o ataque rubronegro, o treinador Marcos Soares trocou Michel e Bob por Chefe e Lucas, respectivamente.

Quando ninguém esperava que o gol fosse sair, o improvável aconteceu. Aos 32’, Luiz Fernando cobrou falta de muito longe, o goleiro Diego tomou um frango inacreditável e deixou o time visitante em vantagem no marcador. O Colorado quase empatou aos 39'. Geraldinho recebeu na entrada da grande área e disparou, mas Osmair estava bem colocado e segurou firme.

"Foi uma vitória da superação. Os jogadores mostraram muita garra, profissionalismo e devagarzinho vamos chegando. Vamos esperar os resultados da rodada para ver se a gente pode entrar de vez na briga por algo melhor", disse o treinador da Ceilandense, Marcos Soares.

Pela 12ª rodada, na próxima quarta-feira (9), a Ceilandense recebe o Brasiliense, no Estádio Abadião, em Ceilândia.




Ceilândia tenta se redimir

Ceilândia e CFZ fazem um dos jogos da rodada de carnaval do Candangão nesta sexta-feira, às 16h, no estádio Abadião. O jogo marca a estreia do técnico Marquinhos Bahia no comando do alvinegro que não vence há oito jogos e ocupa a quinta colocação na classificação, com 12 pontos. Outra novidade, é o retorno do meia Allan Delon, que volta a jogar depois de um mês. Pelo lado do CFZ-DF a situação é crítica. Com uma vitória em dez jogos disputados, o time ocupa a lanterna, com 4 pontos, e vai precisar buscar forças para vencer os quatro jogos que restam se quiser fugir do rebaixamento.


Até o momento no campeonato, a única vitória do CFZ foi exatamente sobre o Ceilândia, no primeiro turno, e com direito a uma virada que terminou em goleada por 4x2. Jean, Jonhes Tarcísio e Lucas marcaram para o time azul, enquanto Allan Delon fez os dois gols do Gato.




Recomeço. Esta é a palavra de ordem do técnico Marquinhos Bahia. Recém-chegado, o treinador pediu para que os atletas apagassem da memória tudo de negativo que ocorreu até aqui e mentalizassem uma nova competição. “Temos quatro jogos que eu considero como decisões. Precisamos mudar de postura e a hora é essa”, alerta.

A semana de treinos foi bastante movimentada. Em cinco dias, o time trocou de treinador e dispensou cinco jogadores, entres eles o volante Zé Ricarte e o goleiro Donizetti, ambos titulares no último confronto quando o time perdeu para a Ceilandense.

Após um estiramento na panturrilha que o deixou afastado dos gramados por 30 dias, o meia Allann Delon voltará ao time titular. Já o também meia Jorginho Paulista segue em tratamento no departamento médico e deve desfalcar o time. Além dele, o volante Edmar e o Zagueiro Panda cumprem suspensão pelo terceiro cartão.



Fonte: Esporte Candango aqui e aqui

Oito bares irregulares foram fechados

Mais uma operação da Polícia Militar foi realizada em Ceilândia para fechar todos os bares irregulares (falta de alvará) e o combate às drogas, prostituição e apreensão de armas. A ação começou às 19h30, com apoio da Agência de Fiscalização (Agefis). A operação finalizou por volta das 3 horas da manhã de hoje.

Mais de 200 pessoas foram revistadas, oito bares foram notificados por falta de alvará de funcionamento e outros quatro estabelecimentos, que já tinham sido notificados, lacrados e voltaram a abrir, foram orientados a efetuar a regularização do comércio sob pena de prisão e multa. Esses bares só poderão reabrir depois de cumprirem todas as normas exigidas.



Fonte: Jornal Coletivo

quarta-feira, 2 de março de 2011

Vandalismo em parque infantil

Em janeiro, a Redação Móvel mostrou a situação de muitos parquinhos infantis do DF - alguns estavam abandonados em plenas férias escolares. Segundo a administração de Ceilândia, 14 parquinhos já foram reformados e outros dez devem ser restaurados nos próximos meses. A comunidade comemora as mudanças, mas reclama que, em alguns casos, tem gente precisando aprender a preservar o patrimônio que é de todos.

O parquinho da QNP 28 foi reformado, mas foi quebrado por vândalos. A administração está fazendo novos reparos no local. “É a segunda vez que eles estão consertando. A população precisa ter consciência”, alerta o aposentado José Caetano Rodrigues.

Na QNP 14 do P Sul, o mato foi cortado, as árvores foram podadas e a praça está mais limpa. Mas as melhorias não foram suficientes para atender as necessidades dos vizinhos da quadra. Segundo moradores, quando chove, o parquinho fica cheio de poças d’água.

“A gente precisa de uma drenagem adequada na área do parquinho. Nós temos uma quadra de vôlei de areia que também precisa de uma nova drenagem, além de areia adequada para o local”, diz o servidor público Francisco da Silva.

De acordo com o administrador de Ceilândia, Ari de Almeida, os reparos serão feitos. “Nós vamos fazer o campo de areia, instalar a academia, cobrir o muro da escola com grafite e instalar um novo parque do outro lado da quadra. Juntamente com a Novacap, faremos todo um trabalho de recuperação do sistema de drenagem do campo e do parque”, planeja.

O administrador disse ainda que a restauração e a implantação do novo parquinho serão concluídas até o dia 10 de maio.

O parquinho da QNP 05 também foi visitado pela reportagem em janeiro. Na época, ele estava com os brinquedos quebrados, não havia condições das crianças brincarem no local. Todos os brinquedos foram recuperados, mas o mato continua alto e chega a invadir o parquinho. “É preciso cortar o mato e instalar uma academia para pessoas idosas”, avalia a autônoma Shirleide de Oliveira.

A situação do parquinho da QNP 28 era semelhante. Os balanços estavam quebrados, os brinquedos enferrujados. Hoje, o espaço foi restaurado e o mato, cortado. Os brinquedos são novos e reformados. “Eles pintaram, consertaram os balanços, ficou bem melhor”, elogia a universitária Valéria de Castro.

A Administração de Ceilândia se comprometeu a cortar o mato alto do parquinho da QNP 05.



Fonte: Rede Globo